Pontos turísticos fora do óbvio para visitar em Roma

Um dos destinos mais visitados do mundo, Roma, capital da Itália, é uma cidade repleta de história, cultura e paisagens exuberantes.

0
292

Pontos turísticos fora do óbvio para visitar em Roma.

Além dos cartões postais: conheça pontos turísticos fora do óbvio para visitar em Roma

Capital italiana oferece passeios que exploram a cultura e a história da antiguidade

Um dos destinos mais visitados do mundo, Roma, capital da Itália, é uma cidade repleta de história, cultura e paisagens exuberantes. Embora a cidade apresente diversos pontos turísticos importantes, como o Coliseu e a Fontana di Trevi, o local possui diversas outras relíquias menos conhecidas para visitar durante uma estadia na cidade.

Termas de Diocleciano

Construídas em aproximadamente 305 d.C, as Termas de Diocleciano foram o maior complexo termal da Roma Antiga, com capacidade para cerca de 3 mil pessoas. Em 2008, após uma reforma de 30 anos, o local foi aberto para visitação. Apesar dos esforços para manter a construção, atualmente há pouco da edificação.

Na visitação, é possível observar o que resta do local, além de conhecer uma imponente construção funerária e duas tumbas, com construções estimadas no início do século II d.C, decoradas com frescos e estuques. A parte externa das Termas de Diocleciano possui um jardim onde há exposição de centenas de obras de arte, incluindo estátuas, relevos e sarcófagos.

Com funcionamento de terça a domingo, das 9h às 19h30, o local pode ser acessado pelas linhas A e B do metrô ou por diversas opções de ônibus.

Termas de Caracalla

Construídas entre os anos de 212 e 216 d.C, as Termas de Caracalla também são consideradas um dos maiores complexos termais da antiguidade. Ao visitar o local, é possível conhecer as ruínas de muros, tijolos e abóbadas que restaram da Terma.

Os horários de visitação das Termas de Caracalla são variados dependendo da época do ano. No inverno, por exemplo, os horários costumam ser reduzidos. De modo geral, são abertas ao público de terça a domingo, das 9h às 18h30. O acesso ao local pode ser feito pelos turistas através da linha B do metrô ou pelas linhas 118, 160 e 628 de ônibus.

Pontos turísticos fora do óbvio para visitar em Roma

Via Appia

Considerada a estrada mais importante do mundo durante sua época, a Via Appia é um caminho construído em 321 a.C. Na época, a estrada era responsável por ligar Roma ao porto de Brindisi, de onde saíam embarcações para regiões da Grécia, Egito e Oriente Médio.

O local pode ser visitado por turistas e é considerado um passeio barato para se fazer em Roma. Além de observar aspectos da pavimentação original, é possível alugar uma bicicleta para aproveitar melhor o dia e almoçar em um dos estabelecimentos da região.

Arcos de Constantino

Os Arcos de Constantino teve sua construção em comemoração à vitória de Constantino I, o Grande, na batalha da Ponte Milvio, em 315 d.C. O mais moderno dos arcos da Roma Antiga, a construção possui 21 metros de altura, 25 metros de largura com três arcos.

Os bem preservados arcos podem ser visitados através da linha B do metrô e algumas linhas de ônibus. Uma dica é aproveitar os passeios turísticos para visitar o local, já que fica entre o Coliseu e a Colina Palatino.

Necrópole Etrusca

Antes dos romanos, a civilização etrusca foi responsável por povoar onde hoje estão os estados da Toscana, Lazio e Umbria. Os etruscos expandiram seu território para o norte em direção à Lombardia e à Emilia-Romagna, e para o sul, onde chegaram até a Campania. Embora não exista um consenso quanto à sua origem, especula-se que os etruscos são descendentes de gregos ou autóctones.

Uma das heranças deixadas pelos etruscos é a Necrópole da Banditaccia, localizada em Cerveteri. Estima-se que as tumbas do local possuem construções que datam entre os séculos IX a.C e III a.C. Considerado patrimônio da humanidade pela Unesco, o sítio arqueológico possui excelente conservação e tem aproximadamente 400 sepulturas.

Para conhecer o local e adentrar na cultura da civilização etrusca, uma dica é aproveitar as atividades e instruções dos guias. Isso pode tornar o passeio histórico ainda mais informativo.

Villa Borghese

Um dos maiores parques da Europa, a Villa Borghese teve sua abertura ao público em 1903. Além da vegetação exuberante, o parque abriga construções, monumentos, esculturas e fontes de renomados artistas de diferentes períodos de Roma. A Villa Borghese é um destino tranquilo para viajantes que desejam relaxar em contato com a natureza durante a viagem.

O parque está aberto 24 horas por dia, com entrada gratuita, mas é possível contratar uma visita com guia mediante o pagamento de uma taxa. É acessível através da linha A do metrô ou por diferentes linhas de ônibus.

Área subterrânea de Roma

Uma alternativa para os dias chuvosos ou muito quentes em Roma é explorar as áreas subterrâneas da região. Pela cidade, há diversas opções de passeios para visitar os subsolos históricos. Um exemplo é o Palazzo Valentini, onde há um museu com um bunker da Segunda Guerra Mundial no subsolo.

Roma também é famosa por suas catacumbas subterrâneas. Existem cerca de 40 catacumbas no total, mas apenas 5 delas estão abertas à visitação. Entre as atrações, estão as Catacumbas de Domitilla, Catacumbas de Priscila (uma das primeiras representações da Virgem Maria), Catacumbas de San Callisto, Catacumbas de São Sebastião e Catacumbas de Sant’Agnese.

Dicas gerais ao visitar Roma

Por possuir diversos destinos históricos e construções que merecem uma visita, a melhor época do ano para conhecer Roma é nos meses de abril e maio, quando há poucas chuvas na região. É aconselhável permanecer em hotéis em Roma por pelo menos 4 dias, sendo ideal uma estadia de 6 a 7 dias para aproveitar ao máximo a cidade.

Antes da viagem, é essencial entrar em contato com locais que ofereçam informações sobre as documentações necessárias para a viagem ao país. Atualmente, brasileiros que desejam visitar a cidade italiana precisam de passaporte válido por pelo menos seis meses e seguro-viagem. A partir de 2025, será exigida também uma autorização prévia para viagens de até 90 dias.

Fonte: Assessoria de Imprensa 
Fotos: Divulgação / e55evu/iStock
Edição: Redação Na Mídia

Então, não deixe de ler:Tenor Felipe Menegat realiza show em prol do RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui