Exposição A Ego, Esquecimento E Conexão

O Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho elucida o esquecimento como uma defesa do Ego a evitar a conexão com traumas e o porquê da pintura selecionada para sua Exposição, em New York, “Ego, Oblivion & Connection”

1
Anúncio Na Mídia

Ego, Esquecimento e Conexão

Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho elucida o esquecimento como uma defesa do Ego a evitar a conexão com traumas e o porquê da pintura selecionada para sua Exposição, em New York, “Ego, Oblivion & Connection

Para a Exhibition “Ego, Oblivion & Connection”, o artista realizou uma versão moderna da divindade, transpondo-a para a Estátua Da Liberdade em um cenário nova-iorquino

Tela: “Colossus Of New York” – 120 x 80 cm – Gravura – Técnica Mista –

Artista: Henrique Vieira Filho

VIP RECEPTION – JULY 26 – Saphira & Ventura Gallery

Em nosso mundo psíquico, um sentimento, uma lembrança, a princípio, conscientes, podem ser relegados a um “segundo plano”, ao inconsciente, enquanto nossa atenção é mantida em outra pauta…

Muitas vezes, isso decorre de uma DEFESA “automática”.

Da mesma forma que possuímos um “sistema imunológico” que atua alheio à nossa percepção consciente, nos defendendo do que considerar nocivo, igualmente possuímos SISTEMAS DE DEFESA psíquica.

Sistemas que, de forma inconsciente, agem “protegendo” nosso consciente daquilo em que ele, em tese, não está apto a lidar.

Uma das defesas mais típicas é chamada, no jargão psicanalítico, de Repressão:

Consiste em relegar ao inconsciente um evento, ideia, sentimentos ou percepções potencialmente provocadores de ansiedade.

Contudo, o elemento reprimido ainda é parte da psique, o que requer um constante consumo de energia já que o reprimido faz tentativas constantes para encontrar uma saída. Sintomas físicos e psíquicos dos mais variados podem ter origem neste esforço de reprimir.

A repressão é o “esquecimento” inconsciente de fatores psíquicos relevantes que são incompatíveis com a autoimagem que possuímos.

Tanto em vivência lúdicas de consultório, quanto nas Artes, podemos nos valer da Mitologia Grego-Romana.

No caso, o Titã Helios, sendo o próprio Sol, percorre todos os recantos e a tudo vê e tudo sabe…

Com a “luz de Hélios”, podemos ser guiados ao autoconhecimento, conectando ao nosso inconsciente, trazendo à tona inúmeras memórias reprimidas.

Um dos símbolos mais conhecidos em homenagem a este Titã é a estátua Colosso De Rhodes (uma das sete maravilhas do mundo antigo), a qual, com sua tocha, guiava os navios em segurança.

Tela: “Colossus Of New York” – 120 x 80 cm – Gravura – Técnica Mista –

Artista: Henrique Vieira Filho

Serviço:

VIP RECEPTION

JULY 26 

Saphira & Ventura Gallery

4 W43rd Street, Suite 415

Anúncio Na Mídia

1 COMENTÁRIO

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here