Ação social do camarote corporativo Incentivo Brasil 2018

Um sorriso vale mais que mil palavras! Milton Cunha e Alexis de Vaulx receberam 80 jovens que estarão entre os 400 selecionados para estar na ação social do camarote corporativo Incentivo Brasil 2018.

1
Milton Cunha-foto alessandro monteiro-namidia-uiara zagolin

Um sorriso vale mais que mil palavras!

Milton Cunha e Alexis de Vaulx receberam 80 jovens que estarão entre os 400 selecionados para estar na ação social do camarote corporativo Incentivo Brasil 2018.

Milton que é padrinho do projeto, falou durante duas horas sobre a importância do Carnaval.

Carnaval sendo o maior Espetáculo Cultural do povo e a sua grandiosidade para Cultura Brasileira.

Durante a apresentação dos barracões e explanações de como funciona a engrenagem do maior espetáculo da terra e ao final chamou atenção para o Brasil com questões sociais.

Visivelmente emocionado, novamente reforçou para o público presente a sua responsabilidade enquanto Embaixador do Projeto.

Projeto que irá pintar uma tela gigante no interior do camarote, que será depois enviada para Tokyo, compondo o projeto “Hand Stamp Art Project”.

Projeto “Hand Stamp Art Project”  (Mãos que colorem o mundo) representando o Brasil nas Olimpíadas de 2020.

“Assim que eu soube do espaço e desta belíssima ação, disse que estava dentro. 

Não pode só ganhar, tem que devolver porque senão, o país explode”

Biografia

Milton Cunha é carnavalescocenógrafo e comentarista de carnaval, tendo comentado em diversos canais de TV. 

Como, Rede GloboTVE e Band, os desfiles das escolas de samba e trabalhado na cenografia, para cantores conhecidos em diversos shows, mundo afora.

Iniciou sua carreira de carnavalesco na Beija-Flor, onde ficou de 1994 a 1997.

Depois passou pela União da IlhaLeandro de Itaquera de São PauloUnidos da Tijuca.

Em seguida foi para a São Clemente, onde ficou por dois anos tendo inclusive estreado no Grupo A.

Em 2006, foi carnavalesco da Viradouro e no ano seguinte, continuou no outro lado da “poça“, só que como da Porto da Pedra.

Carnaval de 2008

No carnaval de 2008 se afastou, mas foi convidado a participar da comissão de carnaval da São Clemente, mas só elaborando o enredo.

Em 2009, voltou a ser carnavalesco da Viradouro e em 2010 continuou em Niterói, só que como carnavalesco da Cubango.

A partir de 2007 iniciou sua carreira internacional no Brazilian Ball do Canadá, Toronto, onde esteve até a última edição do baile.

A partir de 2010 tornou-se o carnavalesco da primeira escola de samba de San Luis: a Sierras del Carnaval.

Trabalhos no exterior

Nos últimos anos realizou trabalhos relacionados ao carnaval em EstocolmoLondres e Johanesburgo.

Trabalhou como cenógrafo de Shows em Angola e Brasil, para artistas como Luan Santana e Ney Matogrosso.

Leia também: Atores mirins assistem a pré estréia do filme Maze Runner

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here