Descubra a paleta de cores ideal segundo a sua personalidade

0
307
paleta de cores ideal

Descubra a paleta de cores ideal segundo a sua personalidade.

Liberte sua essência em uma paleta de cores que ecoa sua personalidade única

A colorimetria é bastante comum no mundo da moda. Afinal, entender qual é a cor que destaca seu tom de pele e vale a pena investir com mais frequência é muito útil. No entanto, as cores também refletem a personalidade e, assim, você pode descobrir a paleta que mais combina com a sua casa.

Para isso, além de testar tinta nos aplicativos e ter uma ideia de como vai ficar, você precisa entender o que deseja transmitir, qual a sensação que cada cômodo deve despertar. Veja como descobrir a paleta de cores ideal de acordo com a sua personalidade!

Entenda seu estilo de vida

Reserve um momento para analisar o que você gosta de fazer. Como são as roupas que escolhe para seu dia a dia? Quais são os planos para o lazer? Tudo isso vai falar muito sobre seu estilo de vida e, consequentemente, sobre as cores a serem escolhidas.

Alguém com tendência ao minimalismo pode apostar em um guarda-roupa compacto, com roupas versáteis e de cores mais neutras. Gosta do futurismo? Provavelmente o prateado faz parte da rotina até na escolha dos móveis e eletrodomésticos. Foca no casual esportivo? Certamente roupas de ginástica estão sempre presentes.

Com isso em mente, observe quais tons combinam mais com esse seu estilo diário. No minimalismo, por exemplo, cores claras e neutras são bem-vindas, já no futurismo, o prateado predomina. No estilo esportivo, por outro lado, a paleta é prática e neutra.

Considere a colorimetria

A colorimetria é um campo de estudo que considera pontos como matiz, intensidade e saturação para avaliar o quanto uma cor pode, ou não, ser interessante para utilizar. Essa regra não se resume apenas à pintura de paredes, mas aparece também na escolha de roupas e maquiagem.

Você pode fazer esse estudo em relação ao seu tom de pele, para entender o que combina contigo. A partir disso, veja quais cores você traria para o guarda-roupa e veja se elas se adaptam bem também às paredes e aos móveis da casa.

Experimente testar as combinações antes. Use aplicativos próprios para designer de interiores ou para pintura. Você consegue ter uma ideia, por meio de um projeto virtual, de como aquela cor ficaria. Não gostou? Teste outra combinação. Quer incluir outra cor? Faça o teste e veja o que acha.

Analise suas preferências

O gosto pessoal também pode fazer parte da paleta de cores. Antes de decidir os tons que vão dar vida para as paredes da sua casa, coloque no papel suas preferências. Você é do time das cores mais claras ou mais escuras? Gosta de misturar? Prefere um único tom?

Considere o que mais chama sua atenção e anote aquilo que não pode faltar. Depois, faça uma análise conjunta com seu estilo de vida, com a colorimetria e, por último, com o que o cômodo precisa.

Imagine que você é apaixonado por tons mais escuros, porém, vai pintar um espaço da casa que é pouco iluminado tanto naturalmente quanto artificialmente. O resultado pode ser um local que transmite a sensação de ser pequeno e até de você não querer permanecer muito tempo por ali.

Pense na iluminação

A iluminação é um elemento importante e as cores contribuem para isso. Você lida com um espaço que pega muita luz natural e quer dar um toque de penumbra, para incentivar o descanso? Experimente trazer tons mais escuros.

Agora, se a questão é o contrário, ou seja, você precisa de mais luz, pense em cores que refletem tanto o sol quanto as lâmpadas, dando a sensação de espaço amplo.

Não precisa focar apenas no branco, outros tons mais claros, inclusive de amarelo, cor-de-rosa e até de azul, já ajudam na ideia de deixar o ambiente mais iluminado.

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui