SHOWS UMA NOITE EM BUENOS AIRES

TANGO SINFÔNICO - OS MELHORES DO TANGO NO MUNDO. Tributo Sinfônico aos mestres Piazolla, Mariano Mores e Carlos Gardel

0
253

SHOWS UMA NOITE EM BUENOS AIRES – ADIAMENTO

Diante da atual situação da pandemia da COVID-19 no Brasil, pensando exclusivamente na saúde e segurança do público, equipe e artistas, vimos por meio desta anunciar novas datas para as apresentações do espetáculo Uma Noite Em Buenos Aires.

– Show em São Paulo no Teatro Bradesco, dia 25 de Março de 2022

– E, também, Show no Rio de Janeiro no Theatro Municipal do Rio de Janeiro adiado para 26 de Março de 2022

– Show em Porto Alegre no teatro do Bourbon Country adiado para 27 de Março de 2022

Os ingressos anteriormente comprados para os espetáculos serão validos para as novas datas, não sendo necessária a troca destes. Para mais informações, acompanhem o site das tiqueteiras oficiais onde os ingressos foram comprados.

UMA NOITE EM BUENOS AIRES – TANGO SINFÔNICO – OS MELHORES DO TANGO NO MUNDO. Tributo Sinfônico aos mestres Piazolla, Mariano Mores e Carlos Gardel

Brasil receberá em 2022 a nova edição do espetáculo UMA NOITE EM BUENOS AIRES, que está há mais de 40 anos excursionando o mundo com sucesso absoluto. As apresentações acontecerão nos dias 25 de março no Teatro Bradesco em São Paulo, no dia 26 de março no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e no dia 27 de março no Teatro do Bourbon Country em Porto Alegre.

SHOWS UMA NOITE EM BUENOS AIRES

SHOWS UMA NOITE EM BUENOS AIRES

O espetáculo, que reúne o que há de melhor da música e dança argentina, tem direção musical do maestro CARLOS BUONO (extraordinário solista, destaque com as mais importantes orquestras sinfônicas do mundo, atualmente excursionando como convidado especial nos espetáculos de André Rieu, e ganhador dos Prêmios SADAIC / Bandoneon de Ouro,) e seu Tango Sinfônico, formado por maestros virtuoses e magníficos.

O espetáculo terá e participação especial do mais premiado cantor de tangos da atualidade, ALBERTO BIANCO (maior intérprete de Mariano Mores), AMELITA BALTAR (A musa de Piazolla ), de Bailarinos Campeões Mundiais e da ORQUESTRA SINFÔNICA VILA LOBOS sob direção do Maestro ADRIANO MACHADO.

MAESTRO CARLOS BUONO

Diretor musical, bandoneonista, compositor e arranjador, o maestro Carlos Buono (Prêmio Sadaic/Bandoneon de Ouro) é, hoje em dia, o mais autêntico e magnífico intérprete de Piazzolla. Solista com a Orquestra Sinfônica de Berlim e a Orquestra Sinfônica da Opera de Milão, Amsterdam e Hamburgo.

Chamado de O Rei do Tango na Europa, atualmente o maestro está em turnê com o violinista holandês André Rieu.

Carlos Buono nasceu em Buenos Aires, em 1942. Começou seus estudos musicais com o Maestro Elifio Rosaenz, continuando com Tití Rossi. Atuou como instrumentista junto a grandes músicos, até formar seu próprio grupo e atuar nas principais capitais do mundo. Prêmio Homero Manzi no Festival de Baradero (Argentina), integrou os grupos orquestrais de Alfredo Gobbi, Osvaldo Tarantino, Mariano Mores, Horário Salgan, José Colangelo, Osvaldo Berlinghieri e Atílio Stampone. Foi diretor musical da casa de espetáculos “Michelangelo”, e dos artistas Raul Lavie e Libertad Lamarque, foi também bandoneonista solista do espetáculo de Júlio Bocca em New York.

Acompanhou Adriana Varela, Eladia Blazquez, Maria Graña e Lito Nebbia entre outros.

SHOWS UMA NOITE EM BUENOS AIRES

Ao longo da carreira o maestro realizou diversas turnês pelo Japão, EUA, Rússia, Europa, América Central, América do Sul e Canadá. Em 2003 esteve em turnê pelos países escandinavos, incluindo Suécia e Dinamarca. Lá o consideraram, pela crítica, como um dos dez melhores instrumentistas do mundo. Então, em 2004, apresentou-se como solista na Itália, a convite do Teatro Nacional da Ópera de Roma, para ser dirigido pelo maestro Luis Bacalov.

Da mesma forma, apresentou-se também na Alemanha, como solista da Rund-Funk – Orchester da WDR (Rádio TE Alemanha). Dirigiu o musical do Piazzola Tango em Buenos Aires e recebeu pela sua carreira homenagem com a medalha e diploma da SADAIC. (Sociedade de Autores e compositores de Argentina).

AMELITA BALTAR

Assim, hoje, o mundo considera Amelita Baltar a maior cantora de tango de todos os tempos. Igualmente, tornou-se famosa a partir da década de 70, quando começou a interpretar e gravar canções de Astor Piazolla, com quem se casaria e Horácio Ferrer.

Do mesmo modo, antes do Tango, Amelita havia passado com destaque pela música folclórica argentina, gênero com o qual ganhou o Festival Internacional del Disco em Mar del Plata, logo sendo convidada por Piazzolla para realizar a famosa ópera Maria de Buenos Aires que obteve grande êxito em sua passagem pela Europa.

A saber, Amelita se destaca além da voz, por sua forma dramática de se apresentar e tem como uma de suas gravações mais conhecidas, a música Balada para un loco da série das Três Baladas de Horácio Ferrer.

Amelita Baltar destacou-se por sua voz e talento dramático que manifesta em suas interpretações. Seu primeiro álbum solo foi em 1968, que a levou a obter o prêmio revelação no “Festival Nacional do Disco”, realizado em Mar del Plata. Nesse mesmo ano,  Astor Piazzolla após ouví-la, a convidou para estrelar sua pequena ópera “María de Buenos Aires”, composta com Horácio Ferrer. Esta obra foi o começo de uma larga e frutífera união.

ALBERTO BIANCO

O maior intérprete de ASTOR PIAZOLLA, comemora esse ano, 41 anos de carreira. Ele entrou para a Orquestra do maestro Mariano Mores em 1995 com quem se apresentou em teatros da Europa, Israel, Estados Unidos e México.

Então, na sequência gravou seu primeiro disco solo e não parou mais de fazer sucesso com suas apresentações em países como o Japão (fez shows em 30 cidades). Em 2018 lançou o seu novo projeto discográfico Viejas Alegrias, junto com o maestro Tony Gallo e continua com seu programa de Rádio Gala Tango.

BAILARINOS CAMPEÕES MUNDIAIS DE TANGO

Fazem parte da Piazzolla Tango – Pasion Tango – Tango Lovers Copany, onde dão aulas na Argentina e no exterior e são integrantes dos shows Café Tortoni – Ketango Argentina – Cia. Tango Del Iuna – Argentine Tango Troupe, entre outros.

Maestros da ORQUESTRA SINFONICA VILLA LOBOS

Conduzida pelo Maestro ADRIANO MACHADO Maestro e violinista, estudou com os professores Joao Del Fiol, Wanderley Pizzigatti, Paulo Bosisio, mas sua grande influência foi o celebre violinista Natan Schwartzmann (aluno de Ivan Galamian), com uma sonoridade e técnica elogiada pelos maiores músicos de sua época, fez Adriano vencer vários concursos dos quais participou.

 

Fotos: Divulgação / Internet
Fonte: Polladian Produções, Felipe Martinez
Edição: Redação Na Mídia
Então, não deixe de lerBicentenário do nascimento de Anita Garibaldi
Do mesmo modo, veja ainda nosso ebook: Um corpo bonito é essencial
Conhece a loja do Na Mídia? Clique aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui