Anúncio Na Mídia

Com mais de 20 anos de carreira a cantora e compositora NEGRA Li lança seu quinto álbum: “RAIZES”. Lançado pela gravadora White Monkey Recordings.

NEGRA Li lança seu quinto álbum “RAIZES”. O disco conta com as participações de Seu Jorge, Rael da Rima, Gaab e Cynthia Luz.

Com vários estilos o ábum engloba rap com sons brasileiros apimentados e beats modernos.

NEGRA Li  lança seu quinto álbum “RAIZES”

Já disponível nas principais plataformas digitais.

https://www.youtube.com/watch?v=PWHKdDdjcRE

Leia também Blues Contemporâneo de Grineberg no SESC Belenzinho

Biografia

Nascida no bairro da Brasilândia, zona norte de São Paulo, Negra Li começou a se interessar pela música ainda na infância.[1] Nessa época, cantava hinos da igreja evangélica Congregação Cristã no Brasil.[1] Quando adolescente, imitava Whitney Houston,[2] foi a partir desse momento que passou a ouvir mais a black music. Aos 16 anos, interessou-se pelo rap.[1][3] Filha de uma funcionária pública e de um dono de bar, deixou de morar com a mãe na Vila Brasilândia e mudou-se para seguir a carreira como cantora.[2] Pretendia ser uma modelo.[1] Negra Li agradece à mãe, professora do município de São Paulo, que lhe deu a oportunidade de ter um boa formação escolar, assim justifica seu sucesso.[1]

Vida pessoal

Foi casada de 2008 até 2019 com o músico Carlos Crésio Júnior, conhecido como Júnior Dread. Juntos, o casal teve dois filhos: Sofia, nascida em 25 de agosto de 2009, e Noah Malik, nascido em 25 de julho de 2017. Seus dois filhos nasceram de cesariana, em São Paulo.[1]

Carreira

1996–04: Carreira com RZO
Negra Li iniciou sua carreira musical com o grupo de rap RZO, permanecendo com eles entre 1996 e 2004.[1]

2005–13: Carreira solo e atuação

Em 2005 lançou seu primeiro álbum solo em parceria com o rapper Helião.[1] Em 2006, estrelou o filme de Tata Amaral, Antônia,[1] que, no ano seguinte, virou um seriado homônimo na TV Globo. Em 2009 participou do longa 400 contra 1, a História do Comando Vermelho, do diretor Caco Souza. Negra Li passou por uma metamorfose vocal e estética à medida em que firmou parcerias e conquistou mais espaço no território musical. Gravou com Caetano Veloso, Akon , Dina Di, Nando Reis, Charlie Brown Jr., (“Não é Sério”) Belo, Martinho da Vila, Gabriel o Pensador, Pitty, Jeito Moleque, Walter Alfaiate, Skank (“Ainda Gosto Dela”), D’Black, Akon, Sérgio Britto, NX Zero, Mano Brown, Sabotage, Marcelo D2, Projota, entre outros. Em junho de 2012 chegou às lojas a nova incursão musical da paulistana Negra Li, intitulado “Tudo de Novo”. Lançado pela Universal Music, o álbum é o segundo trabalho solo da cantora, desta vez apostando num repertório claramente direcionado à soul music, com fortes referências ao universo de Hyldon, Tim Maia, Diana Ross e Aretha Franklin.

O disco possui momentos de diva black dançante da Motown com marcação ritmada e arranjos de cordas contagiantes, como na faixa de abertura, “Tudo de Novo”, “Não Vá” e “Hoje eu só quero ser Feliz”, com letra e arranjo de metais que leva o ouvinte de volta ao suingue de meados dos anos 80. A cantora assina uma das canções, a suingada “Volta pra Casa”, em parceria com Khristiano Oliveira, uma das músicas mais interessantes do disco, com baixo e bateria inspirados no reggae e uma melodia vocal R&B norte-americano. A cantora é casada com o músico Carlos Crésio Júnior, o Junior Dread, com quem tem uma filha chamada Sofia. Em 2009 participou do vídeo do Dia de Fazer a Diferença da Rede Record em parceria com o Instituto Ressoar. Grandes nomes da MPB fizeram a diferença: Elza Soares, Jair Rodrigues,, Leci Brandão, Pepeu Gomes, Amanda Acosta, Fat Family, Rodrigo Faro, Wanessa Camargo, Paula Lima, Luciana Mello, Pedro & Thiago, Léo Maia, Sergio Reis, Dudu Braga e Wilson Simoninha.

 

Anúncio Na Mídia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here