Home Destaque A relação entre o álcool e um elefante na sala

A relação entre o álcool e um elefante na sala

Paulo Campos Dias lança seu livro “Um elefante na sala – família e dependência química”  para esclarecer e auxiliar milhares de famílias que estão enfrentando dificuldades com um dependente químico no seio de sua família.

0
A relação entre o álcool e um elefante na sala. Dessa forma, o professor Paulo Campos Dias lança seu livro “Um elefante na sala – família e dependência química”.
Paulo Campos lança seu livro “Um elefante na sala – família e dependência química”  para esclarecer e auxiliar milhares de famílias que estão enfrentando dificuldades com um dependente químico no seio de sua família. Em outras palavras, Como um inocente copo de cerveja, ao final de uma sexta-feira em um “happy hour”, pode trazer ao fim da noite (ou anos depois…) um elefante em minha sala?

De fato, o alcoolismo e outras dependências químicas são um problema de saúde pública que afeta cerca de 10% dos indivíduos que experimentam alguma substância alteradora do humor. A saber, o álcool é uma delas, assim como remédios controlados, cocaína e maconha, entre outras drogas.  Ou seja, estatisticamente, quase toda família brasileira vive essa dificuldade em seu lar. Uma pessoa que antes a família amava começa a se tornar um grande incômodo, um grande problema e que a família não sabe como assumir ou resolver.  Portanto, Um elefante na sala – família e dependência química  esclarece e auxilia essas milhares de famílias que estão nessa exata situação.

A relação entre o álcool e um elefante na sala

A relação entre o álcool e um elefante na sala

Sobre Paulo Campos Dias

Antes de mais nada, o professor Paulo Campos Dias, é Psicoterapeuta, com especialização para atendimento a dependentes químicos e familiares pelo GREA – Programa Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas – pela Universidade de São Paul
Da mesma forma, é autor de estudo pela mesma universidade sobre os efeitos da cannabis sativa e seus sintomas psicóticos. Igualmente, desde o ano de 1995 atua na área de dependência química. Iniciou seu contato com a metodologia da INTERVENÇÃO ORIENTADA com Donald Lazo, co-fundador da Chácara Reindal.

Logo após, trabalhou em unidades de tratamento para dependentes químicos e familiares, como o Centro de Tratamento Reviva, Clínica São Francisco, assim como, Ambulatório Vitória e Clínica Alvorada. Simultaneamente, capacitou e supervisionou equipes do TRE Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo e da Superintendência da Polícia Federal de São Paulo.

Foi colaborador, por anos, da campanha “Pela Vida Contra as Drogas” promovida pela Rádio Jovem Pan e do programa Recuperação da Rádio Boa Nova.
Auxiliou na implantação de programas de prevenção ao uso de substâncias psicoativas em prefeituras de São Paulo e Minas Gerais. É, assim também,  palestrante e professor em cursos, capacitações e eventos de empresas, órgãos públicos, instituições do terceiro setor e de ensino. Dessa forma, ainda atende em consultório e presta consultoria. Atua constantemente com a técnica da INTERVENÇÃO ORIENTADA, tendo atendido centenas de casos até o presente momento.

Serviço

Para adquirir esse, esclarecedor livro,  clique  AQUI

 

Fotos: Divulgação / Acervo Pessoal

Fonte: Divulgação

Não deixe de ler: TSE recebe doação de mais de R$ 15 milhões em produtos

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here