Tecnologia verde na arquitetura: o que é e sua importância

0
173
tecnologia verde na arquitetura

A tecnologia verde na arquitetura é uma realidade cada vez mais comum nos projetos de construção e isso ocorre porque ela envolve inovações e práticas que minimizem os impactos negativos no meio ambiente e promovam a sustentabilidade.

Trata-se de uma abordagem que abrange uma ampla gama de setores e se concentra em criar soluções que reduzem a pegada ambiental, conservando os recursos naturais e protegendo a biodiversidade.

Hoje em dia, pensar em sustentabilidade é crucial por várias razões. Em primeiro lugar porque atitudes sustentáveis ajudam a preservar o planeta, e a ideia é que a geração atual possa ter acesso aos insumos que precisa sem prejudicar as próximas gerações.

O ser humano vem agredindo o planeta ao longo dos séculos e, atualmente, a humanidade está pagando um preço alto por isso. É necessário pensar diferente e adotar uma postura consciente.

Diversos setores fazem o que podem para colaborar com o meio, e a arquitetura utiliza a tecnologia verde.

Com base no conceito desse recurso, este artigo também vai mostrar como ela funciona na arquitetura, suas vantagens para o setor e mostrar um pouco sobre os diferentes tipos de arquitetura.

Como funciona a tecnologia verde na arquitetura?

A tecnologia verde desempenha um papel fundamental na arquitetura contemporânea, transformando o modo como as construções são projetadas, construídas e operadas.

O objetivo é que sejam mais sustentáveis e ecologicamente corretas, e é aqui que entra arquitetura verde na arquitetura. Alguns modos de seu funcionamento são:

  • Eficiência energética;
  • Design bioclimático;
  • Uso de materiais sustentáveis;
  • Reuso de água;
  • Espaços verdes;
  • Monitoramento inteligente;
  • Certificação sustentável;
  • Ciclo de vida do edifício.

Toda construção precisa de um licenciamento ambiental e, além desse cuidado, o uso de tecnologia verde no projeto também maximiza a eficiência energética do edifício.

É possível usar isolamento térmico eficiente, janelas de alto desempenho, sistema de ventilação controlada e iluminação LED de baixo consumo. Outra possibilidade é o uso de painéis solares que reduzem a dependência de fontes não renováveis.

Os arquitetos adotam o design bioclimático, que considera fatores naturais, como a orientação do edifício, a incidência solar e a circulação de ar, para aproveitar ao máximo as condições climáticas locais.

É uma maneira inteligente de reduzir a necessidade de aquecimento, resfriamento e iluminação artificial. Escolha de materiais de construção sustentáveis, como madeira certificada, minimiza o impacto ambiental e promove saúde.

Além disso, sistemas de coleta e tratamento de água da chuva são frequentemente integrados ao design, permitindo o reaproveitamento da água para irrigação e descarga de vasos sanitários.

A inclusão de áreas verdes, como jardins verticais e telhados verdes, é uma forma de absorver o dióxido de carbono, melhorar a qualidade do ar, proporcionar isolamento térmico e criar espaços agradáveis para os ocupantes.

Se uma companhia que emite laudo de constatação ambiental estiver construindo um prédio para sua filial, também pode investir em monitoramento e controle inteligentes para gerenciar sistemas de iluminação, aquecimento e refrigeração.

Esses sistemas funcionam de acordo com as condições ambientais e o uso do espaço. Quanto às certificações sustentáveis, são buscadas por muitos edifícios para demonstrar seu compromisso com a sustentabilidade e a eficiência.

O recurso também não se limita apenas à fase de construção, uma vez que leva em conta o ciclo de vida completo do edifício, incluindo manutenção, operação e eventual desmontagem, promovendo sustentabilidade de longo prazo.

Vantagens da tecnologia na arquitetura

O uso de recursos tecnológicos na arquitetura desempenha um papel muito importante, uma vez que traz diversas vantagens para arquitetos, construtores e ocupantes dos edifícios.

No caso da visualização e modelagem 3D, a tecnologia permite criar modelos detalhados de projetos arquitetônicos, para que arquitetos e clientes possam visualizar o design de maneira mais clara.

Isso facilita a tomada de decisão e ajuda a identificar problemas de design antecipadamente. Existem softwares, como o Design Assistido por Computador (CAD) e o Building Information Modeling (BIM) que também são muito úteis.

Em um projeto de construção comercial para o funcionamento de vários negócios, como uma loja de conserto de placa de celular, os arquitetos conseguem usar esses recursos para otimizar o design, reduzir o desperdício de materiais e melhorar a eficiência.

A tecnologia também apoia práticas sustentáveis, permitindo a simulação de desempenho energético, seleção de materiais eco-friendly e a integração de sistemas de energia renovável.

Também existem ferramentas de colaboração online que facilitam a comunicação entre equipes de projeto dispersas geograficamente, o que melhora a eficiência e a coordenação.

É possível utilizar realidade virtual e realidade aumentada para promover experiências imersivas que são usadas para apresentar projetos aos clientes, além de aprimorar o processo de design e treinamento da equipe.

Assim como um fabricante de caderno executivo quadriculado, uma construtora também pode usar software de estimativa de custos para manter o controle dos orçamentos de construção e evitar surpresas desagradáveis.

A impressão 3D, a robótica e outras tecnologias modernas aceleram o processo de construção e melhoram a precisão dos projetos.

Além disso, sensores e sistemas de automação de edifícios inteligentes fazem o monitoramento em tempo real do desempenho do edifício e a otimização do consumo de energia e outros recursos.

A tecnologia também pode ser usada para tornar os edifícios mais acessíveis para pessoas com deficiência, aumentando e colaborando com a inclusão.

Existe a possibilidade de desenvolver projetos arquitetônicos inovadores, a exemplo de edifícios sustentáveis, ecológicos e de design único.

Não se pode esquecer de que esses recursos também criam espaços que atendem perfeitamente às necessidades e expectativas dos ocupantes, o que aumenta a sensação de satisfação.

Sem falar nos sistemas de segurança avançados, como os de controle de acesso e monitoramento por vídeo, que contribuem com a segurança de edifícios e usuários.

Tipos de arquitetura

Assim como a indústria de tecnologia, que permite o desenvolvimento de vários recursos, como rastreador veicular via celular e muitos outros, a arquitetura é muito rica.

Por essa razão, existem diferentes tipos e estilos que conseguem atender e refletir a história, a cultura e as necessidades humanas.

Existe a arquitetura residencial, sendo o tipo mais comum e que envolve projetos de construção de casas e residências, podendo ir desde casas unifamiliares simples até mansões luxuosas e edifícios de apartamentos.

Já a arquitetura comercial, como o próprio nome sugere, envolve o design de edifícios comerciais, como:

  • Escritórios;
  • Lojas;
  • Shoppings;
  • Restaurantes;
  • Hotéis.

É uma variação que enfatiza a funcionalidade e a atratividade visual para chamar a atenção de clientes e oportunidades de negócios.

Para que um projeto desse tipo seja completo, a construtora precisa pensar em todos os detalhes, como contratar uma empresa de pintura de faixas de estacionamento.

Já a arquitetura industrial se concentra em construções industriais para fábricas, armazéns e instalações de produção, focando na eficiência na capacidade de acomodar equipamentos e processos de manufatura.

A arquitetura institucional é voltada para edifícios destinados a fins institucionais, como no caso de escolas, hospitais, museus, igrejas e prédios governamentais, sendo frequentemente incorporada em elementos simbólicos e culturais.

Também existe a paisagística, que trabalha o design de espaços ao ar livre, como parques, jardins, praças e áreas públicas, e os arquitetos paisagistas consideram a estética, a funcionalidade e a sustentabilidade do ambiente natural.

A arquitetura de interiores concentra-se na concepção de espaços internos nos edifícios, pensando no layout, mobiliário, iluminação, cores e acabamentos.

Hoje em dia, empresas dos mais variados setores, como uma especializada em içamento, estão cada vez mais preocupadas com a sustentabilidade, por isso, a arquitetura sustentável é cada vez mais procurada.

Seu propósito é desenvolver projetos e espaços ecologicamente corretos, eficientes em termos de energia e ambientalmente responsáveis.

Quanto à arquitetura vernacular, ela refere-se a edifícios tradicionais construídos por comunidades locais e que são frequentemente adaptadas às condições climáticas e culturais de uma região específica.

A modernista é caracterizada pela simplicidade, linhas limpas, uso de materiais industriais e uma abordagem funcionalista ao design, como no caso do Movimento Bauhaus.

Até mesmo em uma instalação para loja, é possível usar a arquitetura contemporânea porque reflete tendências e estilos arquitetônicos atuais e que podem variar em resposta às questões sociais, culturais e tecnológicas em evolução.

Finalmente, a arquitetura de restauro e renovação envolve a recuperação de edifícios históricos para preservar seu valor cultural e arquitetônico.

Considerações finais

A tecnologia verde desempenha um papel muito importante na busca por um futuro mais sustentável, onde as necessidades humanas possam ser atendidas sem comprometer as próximas gerações.

Além de ajudar a reduzir o impacto negativo dos projetos arquitetônicos, a tecnologia verde também cria oportunidades econômicas e promove a responsabilidade ambiental.

Essas características podem ser aproveitadas por todo tipo de pessoa e organização, mas no caso da arquitetura, os benefícios são ainda mais evidentes.

Aliás, de modo geral, a tecnologia é muito benéfica nos projetos arquitetônicos em diversas partes do mundo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui