“CHICO BORORÓ, um jovem Mignone”. Noite de autógrafos com Maria Josephina Mignone e Neti Szpilman, sexta-feira, dia 7 na Livraria da Travessa em Ipanema, Rio de Janeiro.

O lançamento do álbum duplo “Chico Bororó”, heterônimo criado pelo maestro Francisco Mignone com a finalidade de publicar obras mais populares (algo impensável, naquela época, para um artista erudito e já famoso) será na próxima sexta, dia 7 de junho, das 19 às 22h30, na Livraria da Travessa, Ipanema.

Em julho, será a vez de São Paulo receber a noite de autógrafos de Maria Josephina.

Os cds, inéditos, foram gravados em um estúdio, especialmente montado com essa finalidade, na casa da própria pianista.

"CHICO BORORÓ, um jovem Mignone"

Até o finalzinho deste ano, uma segunda parte da obra de “Chico Bororó” será apresentada ao público. “Chico Bororó – Um jovem Mignone”, é composto por um disco instrumental, com Maria Josephina ao piano naturalmente e, outro, de piano e voz, com ela e o soprano Neti Szpilman.

A participação do próprio Mignone foi atrelada à uma das principais canções.

Apesar dos seus 96 anos, Maria Josephina continua tocando maravilhosamente bem, completamente lúcida, e cuidando do Centro Cultural Francisco Mignone, em Copacabana.

E das obras, dela e do marido, juntamente com a filha do casal, Anete (responsável pela produção geral, e montagem do estúdio para a gravação dos cds).

Lauro Gomes, profundo conhecedor da obra de Mignone e Maria Josephina, é o produtor musical do álbum.

Neste lançamento, tenho a honra de contar com a parceria ilustre do jornalista Christovam Chevalier.

Portanto, estaremos à disposição para quaisquer dúvidas ou notificações.

Leia também: Fã de Paul McCartney de apenas seis anos de idade

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here