Anúncio Na Mídia

Tentando reverter banimento nos EUA Tik Tok move processo. O popular aplicativo de compartilhamento de vídeo TikTok pediu a um juiz dos Estados Unidos que impeça o governo Trump de inicialmente, proibir a rede de mídia social chinesa.

Segundo documentos judiciais protocolados em Washington. a TikTok e a sua empresa controladora, ByteDance, entraram com uma queixa, justamente, em um tribunal federal de Washington. Isto é,  contestando as recentes medidas proibitivas do governo Trump.

O Departamento de Comércio dos EUA anunciou sexta-feira (18) a proibição para baixa dos aplicativos de mensagens WeChat. Assim como o TikTok a partir deste domingo (20).

A proibição é introduzida por razões políticas. Ou seja, alegaram sob o mesmo ponto de vista, TikTok e ByteDance na reclamação.  O TikTok também disse que a proibição viola os direitos da empresa.

O presidente Donald Trump, que está envolvido numa disputa comercial de longa data com a China, emitiu uma ordem executiva em 6 de agosto proibindo transações nos EUA com os donos chineses dos aplicativos de mensagens WeChat e TikTok.

Tentando reverter banimento nos EUA Tik Tok move processo

Portanto, a ByteDance e a TikTok estão buscando um julgamento “declaratório” e uma ordem “invalidando e proibindo preliminarmente e permanentemente as proibições. Além da ordem de 6 de agosto”, de acordo com a reclamação.

A TikTok, que tem mais de 100 milhões de usuários nos Estados Unidos, disse que a proibição “destruiria irreversivelmente os negócios da TikTok nos EUA”.

Tentando reverter banimento nos EUA Tik Tok move processo

Sobre o Tik Tok:

Primeiramente, na China, é um aplicativo de mídia para criar e compartilhar vídeos curtos.  De propriedade da companhia de tecnologia chinesa ByteDance, o aplicativo de mídia foi lançado como Douyin na China em setembro de 2016.

Posteriormente,  introduzido no mercado internacional como musical.ly um ano depois, porém em novembro de 2017 o TikTok comprou o Musical.ly

 

 

Fonte: Aishwarya Nair – Da agência Reuters – Washington – Reuters

Foto: O Globo – Todos os direitos reservados

Leia também: Ministro Marco Aurélio Mello recebe alta de operação no joelho

 

Anúncio Na Mídia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here