Anúncio Na Mídia

Programação do MAM Educativo para dezembro. MAM São Paulo anuncia programação do Educativo para dezembro, promovendo, assim, novas atividades online e visitações presenciais para toda a família. 

Portanto, o Museu de Arte Moderna de São Paulo apresenta ao longo do mês de dezembro atividades educativas inéditas para o público participar online e presencialmente. Dessa forma, a programação inclui uma série de encontros que compreendem as culturas da infância, populares, de rua, bem como, gêneros e etnias.

Assim também,, entre as atividades elaboradas pelo MAM Educativo, destacam-se o encontro virtual com contação de Histórias Indígenas pelo Grupo Êba. Além da oficina online de desenho, som e movimento. Ainda conta com brincadeiras corporais que estimulam a criatividade e, também, visitas educativas presenciais para toda a família. Haverá as mostras Antonio Dias: derrotas e vitórias e Clube de colecionadores de fotografia do MAM – 20 anos. Dessa forma, as visitas presenciais seguem todos os protocolos de segurança. Ou seja, uso obrigatório de máscara, distanciamento, limite de capacidade, entre outros. Logo, o protocolo do MAM pode ser acessado no site: mam.org.br/visita-segura.

Programação do MAM Educativo para dezembro

Ao longo do ano, a programação educativa do MAM trabalha a intersecção das artes com eixos temáticos que fomentam uma produção cultural plural e diversa. Assim, para mais informações e inscrições, acesse mam.org.br/agenda.

Confira a programação completa:

3 de dezembro, às 17h
Live em Libras com Leonardo Castilho pelo Youtube do MAM

Leonardo Castilho é surdo e, desde os 10 anos, ator, performer, educador, ativista, MC e produtor. É um dos idealizadores e responsável pela festa ‘Vibração’, pelo Bloco Vibramão – Carnaval, produtor da ‘Sencity Brasil’ e de festas para a comunidade surda de São Paulo, produtor executivo do Festival de Folclore Surdos, e produtor/artista do Festival Clin D’Oeil (França). Faz parte da empresa GDAF (EUA). Desde 2005 atua no setor Educativo do MAM São Paulo como educador, produtor de acessibilidade, assistente e professor dos cursos de Performance e Corposinalizante do Programa Igual Diferente. O projeto Corposinalizante recebeu o 1º lugar no Prêmio Darcy Ribeiro 2009 (IPHAN/MinC). É MC do Slam do Corpo e foi repórter em Libras para o canal Multishow no Rock in Rio 2017. Já interpretou músicas em libras no Palco Sunset dos shows de Liniker e Banda Baiana System no Rock in Rio e Auditório Ibirapuera.

6 de dezembro
Breaking Ibira: lançamento de vídeo no Youtube do MAM (Programa Domingo MAM)

Breaking Ibira é um evento criado por b.boys para reunir b.boys e b.girls, amantes da cultura urbana e hip-hop, assim como outras modalidades artísticas, para encontrar desafios por meio da dança e expressar criatividade e habilidade em sessions (sequências organizadas de passos de breaking). Dessa forma, desde 2017, em parceria com o MAM Educativo, o evento tem atraído pessoas de diversas regiões de São Paulo e um público significativo, tanto de praticantes de breaking, quanto de admiradores da cultura de diversas regiões, inclusive de países da América Latina como Argentina, Peru e Venezuela.

Programação do MAM Educativo para dezembro

8 de dezembro, às 16h
Encontro online: Histórias Indígenas com Grupo Êba

Público: + 4 anos, com inscrição prévia (100 vagas) no site
Acessível em libras

A história de Kamakuã, jovem que se apaixona pelo rei-onça, baseada no livro As Fabulosas Fábulas de Iauaretê, de Kaká Werá, será apresentada em formato bilíngue (em português e Libras simultaneamente). Os participantes poderão interagir com as artistas e aprender alguns sinais por meio de brincadeiras lúdicas.

Grupo Êba nasceu em 2012 com o objetivo de proporcionar um novo tipo de encontro entre culturas. As histórias, brincadeiras e músicas transformaram-se em instrumentos para chegar até as crianças, levando leitura, alegria e muita imaginação. É formado por Amanda Lioli, pedagoga e intérprete de Libras, Brunna Talita, contadora de histórias e educadora, e Li Albano, psicóloga social e percussionista, além de contar com a participação de artistas surdos.

9 de dezembro, às 16h
Encontro online: Olhar da Comunidade: fotografia e protagonismo social, com Karina Bacci

Público: Professores, educadores e estudantes, com inscrição prévia (100 vagas) no site
Acessível em libras

A fotografia é uma linguagem amplamente usada atualmente, potente instrumento de expressão e comunicação. No entanto, é necessário refletir sobre como podemos abordá-la no âmbito educacional para que essa linguagem suscite um processo de reflexão sobre o mundo em que vivemos, e sobre nós mesmos. Neste encontro serão compartilhadas experiências de oficinas fotográficas realizadas em diferentes comunidades pelo Brasil, onde os participantes se tornaram protagonistas trazendo ao contexto da arte-educação a relevância de falar por si mesmo e de criar suas próprias imagens, convertendo a experiência num campo de troca e exploração, e desenvolvendo um pensamento crítico sobre seu entorno.

Programação do MAM Educativo para dezembro

Karina Bacci é fotógrafa, educadora e curadora na área cultural, bacharel em Fotografia e pós-graduada em Cinema, Vídeo e Fotografia. Ministra cursos no MAM São Paulo e em projetos itinerantes pela Elo3, além da USP, CCSP, SESC e Casa Mário de Andrade, com premiações nessa área. Participou de exposições no Memorial da Resistência de São Paulo (Pina) e SESC, entre outros. Foi curadora da exposição Evgen Bavcar e Imagens Possíveis, em 2016, da exposição Tramas, na Casa Mário de Andrade em 2015, e das Mostras de Cinema do MAM São Paulo (cinemam) de 2003 a 2005.

12 de dezembro, às 15h
Visita presencial à exposição Antonio Dias: derrotas e vitórias para família

Público: + 4 anos, com inscrição prévia (10 vagas) no site mam.org.br/agenda

Visita educativa à exposição em cartaz Antonio Dias: derrotas e vitórias com leituras reflexivas e proposições poéticas de aproximação do público da obra do artista Antonio Dias. A visita presencial seguirá os protocolos de segurança do MAM.

15 de dezembro, às 16h
Encontro online: Desenho, som e movimento: laboratório criativo com Yasmin e Jadde Flores

Público: + 4 anos, com inscrição prévia (100 vagas) no site
Acessível em libras

Igualmente, a oficina de desenho, som e movimento é um laboratório de brincadeiras corporais que estimula a criatividade através do lúdico e a expressividade do gesto no desenho pelo espaço. Portanto, nessa vivência virtual, será explorado as possibilidades de fusão das linguagens da dança, da música e do desenho através dos ritmos sonoros.

A saber, Yasmim Flores é artista plástica e arte-educadora e, atualmente, vive e trabalha entre Holanda e Brasil. Dessa forma, sua pesquisa artística busca a integração das diferentes linguagens como o desenho, a pintura, a dança, a música e instalações cenográficas. Ainda por cima, é graduada em Artes Plásticas na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), efetuou complementação de estudos na École Nationale de Beaux-Arts (ENSBA) em Paris, em 2009. Atualmente ministra oficinas do seu projeto de pesquisa “Projeto Pintura Viva”.

Programação do MAM Educativo para dezembro

Jadde Flores é artista multimídia que transita entre as artes visuais, dança, teatro e música. Atualmente vive e trabalha em São Paulo, assim como, graduada em Artes Plásticas na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) em 2009. A saber, também, fez o curso de formação “Arte do Brincante” para educadores no Instituto Brincante em 2004. Da mesma forma, estudou Tabla Indiana na Universidade Livre de Música Tom Jobim. Atualmente estuda ritmos africanos e pratica dança africana há mais de 10 anos. Então, iniciou a carreira musical quando jovem, realizando diversas apresentações com o Grupo Batuntã durante 6 anos, e 3 anos no grupo feminino Oriashé (atual Ilú Obá de Min).

16 de dezembro
Experiência poética: Construção de brinquedos cinéticos, com Laysa Elias

Post em vídeo no Instagram do MAM São Paulo

Inspirado na exposição Clube de Colecionadores de Fotografia do MAM – 20 anos, assim,  o post de experiência poética educativa do mês propõe a construção de brinquedos que produzem imagens em movimento.

Laysa Elias é educadora, bem como, cineasta e fotógrafa, formada em cinema pelo Centro Universitário Senac e em técnica fotográfica pela Escola Panamericana de Artes e Design. Da mesma forma, assina o curta-metragem documental “Do Portão Pra Fora”, exibido em festivais de cinema como Kinoforum e Visões Periféricas, e desde 2016 atua no MAM São Paulo como educadora, responsável pela área de Difusão e Produção Audiovisual do setor educativo.

17 de dezembro, às 16h
Encontro online no Zoom: A criança e os sonhos da intimidade, com Gandhy Piorski

Público: Professores, educadores e estudantes, com inscrição prévia (100 vagas) no site
Acessível em libras

Então, neste último mês do ano, em que as crianças têm seus desejos e aspirações muito estimulados pelo consumo, vamos abordar os sonhos da intimidade e a relação das crianças com a natureza. Por isso, o respeito e o guarnecer do vazio, do silêncio, do espaço de nutrição que os sonhos da intimidade necessitam serão os fios condutores da fala de Gandhy Piorski.

Programação do MAM Educativo para dezembro

Gandhy Piorski é artista plástico, pesquisador das práticas da criança, teólogo e mestre em Ciências da Religião. Do mesmo modo, realiza pesquisas nas áreas culturais, produções simbólicas, antropologia do imaginário e filosofia da imaginação. Assim como,no campo das visualidades discute as narrativas da infância, seus artefatos, brinquedos e linguagens, criando com isso exposições, realizando curadorias, propondo intervenções. Atualmente, é consultor do Instituto Alana.

19 de dezembro, às 15h
Visita presencial à exposição Clube de colecionadores de fotografia do MAM – 20 anos para família

Público: + 4 anos, com inscrição prévia (10 vagas) no site mam.org.br/agenda

Assim, a visita educativa à exposição em cartaz com o MAM Educativo, com leituras reflexivas e proposições poéticas de aproximação do público com a fotografia como linguagem artística. Portanto, a  visita presencial seguirá os protocolos de segurança do MAM. Enfim, para saber mais, acesse o site mam.org.br.

22, 23, 29 e 30 de dezembro, às 15h
Visita presencial à exposição Antonio Dias: derrotas e vitórias

Público: Livre, com inscrição prévia (10 vagas a cada dia) no site mam.org.br/agenda

Ou seja, visita com o MAM Educativo à exposição em cartaz, com leituras e proposições crítica-reflexivas sobre a obra do artista Antonio Dias. A visita presencial seguirá os protocolos de segurança do MAM.

22, 23, 29 e 30 de dezembro, às 16h
Visita presencial à exposição Clube de colecionadores de fotografia do MAM – 20 anos

Público: Livre, com inscrição prévia (10 vagas) no site mam.org.br/agenda

Assim, visita com o MAM Educativo à exposição em cartaz, com leituras e proposições crítica-reflexivas sobre a fotografia como linguagem artística. A visita presencial seguirá os protocolos de segurança do MAM.

26 de dezembro, às 15h
Percurso poético presencial no Jardim de Esculturas

Público: + 4 anos, com inscrição prévia (10 vagas) no site mam.org.br/agenda

Dessa forma, neste encontro faremos um percurso lúdico pelo Jardim de Esculturas, descobrindo outras formas de ver e perceber as obras. Nesta visita presencial, será respeitado o distanciamento de 1,5m entre os participantes, bem como o uso de máscaras.

Sobre o MAM São Paulo

Fundado em 1948, o Museu de Arte Moderna de São Paulo é uma sociedade civil de interesse público, sem fins lucrativos. Sua coleção conta com mais de 5 mil obras produzidas pelos mais representativos nomes da arte moderna e contemporânea, principalmente brasileira. Tanto o acervo quanto as exposições privilegiam o experimentalismo, abrindo-se para a pluralidade da produção artística mundial e a diversidade de interesses das sociedades contemporâneas.

Programação do MAM Educativo para dezembro

A princípio, o Museu mantém uma ampla grade de atividades que inclui cursos, seminários, palestras, performances, assim como, espetáculos musicais, sessões de vídeo e práticas artísticas. Por isso, o conteúdo das exposições e das atividades é acessível a todos os públicos por meio de áudio-guias, vídeo-guias e tradução para a língua brasileira de sinais. Assim como, o acervo de livros, periódicos, documentos e material audiovisual possui em torno de 65 mil títulos. Por outro lado, o intercâmbio com bibliotecas de museus de vários países mantém o acervo vivo.

A saber, o MAM está no Parque Ibirapuera, a mais importante área verde de São Paulo. O edifício do MAM teve adaptação de Lina Bo Bardi e conta, além das salas de exposição, com ateliê, biblioteca, auditório, restaurante e uma loja onde os visitantes encontram produtos de design, livros de arte e uma linha de objetos com a marca MAM. Além disso, os espaços do Museu se integram visualmente ao Jardim de Esculturas, com projeção de Roberto Burle Marx para abrigar obras da coleção. Enfim, todas as dependências são acessíveis a visitantes com necessidades especiais.

https://mam.org.br/
https://www.instagram.com/MAMoficial
https://www.twitter.com/MAMoficial
https://www.facebook.com/MAMoficial
https://www.youtube.com/MAMoficial

 

Fotos: Divulgação / Acervo Pessoal

Fonte: Ane Tavares – Ana Jabur / a4&holofote comunicação

Não deixe de lerO jornalismo brasileiro não pode ficar isolado

Veja ainda nosso ebook: Segredos da Lei da Atração

 

Anúncio Na Mídia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here