-foto divulgação-namidia-

Não fuja de sua essência e de suas verdades.  CRIS CAVALCANTE com a  Exposição “Intensidade Feminina” Artes plásticas e literatura, caminhos complementares. Para esta exposição a artista  apresenta 30 obras inéditas.

A cearense Cris Cavalcante é um desses exemplos de que a arte pode  ser vivenciada em todas as suas ramificações.

Nascida na capital cearense e criada no Rio de Janeiro, ela relembra que, desde muito menina, sua vida sempre esteve intimamente ligada à arte.

“Minhas primeiras lembranças estão sempre relacionadas à criação e criatividade, sempre usando materiais disponíveis e ao meu alcance, desde muito cedo tenho a curiosidade pela manipulação e pela arte”, revela.

Formada em Química, Cris conta que chegou a trabalhar com pesquisa e desenvolvimento de resinas, bem como com a  análise de pigmentos.

Essas experiências foram fundamentais para seu fazer como artista. “Por isso, a minha paixão pela experimentação e pela busca por reações cada vez mais acentuadas, destacando as cores e as várias nuances”, diz.

Além da contribuição, mesmo que involuntária, dada pela graduação em Química, a paixão pela arte vem de berço, uma vez que, em sua família, existem artistas e escritores.

Não fuja de sua essência e de suas verdades

Não fuja de sua essência e de suas verdades

Tinta acrílica (polímeros) sobre tela, sobre madeira e sobre acrílico rígido são as técnicas utilizadas em seus trabalhos.

Com relação a escolha dos temas, Cris afirma que são o resultado das inúmeras reações químicas que redefinem o abstracionismo de sua arte.

A imaginação e a constante busca por corpos que se unem e se repelem através de células humanas que, vistas de perto, parecem brincar com a estética deformada da vida.

“Desenvolvi minha técnica através do estudo das misturas que consistem na combinação físico-químicas, unindo catalisadores, temperatura e tempo, respeitando os fenômenos obtidos através das reações químicas e o equilíbrio que algumas reações reversíveis realizam, resultando em uma exuberância cromática”, ressalta.

Além do talento nato, Cris teve a oportunidade de cursar a Schoolof Arts de NY, uma das melhores escolas de arte do mundo.

Sobre a experiência, afirma: “Conviver com escultures, pintores e escritores me fez consolidar minha prática como artista e escultora”.

Não fuja de sua essência e de suas verdades

Não fuja de sua essência e de suas verdades

O modernismo, a abstração, o fazer artístico, as mudanças dos padrões estéticos e as cores intensas são, conforme assevera, suas maiores influências.

“O uso de pigmentos naturais e a busca de elementos existentes na cultura brasileira têm me influenciado. Acredito, também, que a música se manifesta e os sons e as cores para mim têm uma relação intensa com a minha arte”.

Cris Cavalcante não é apenas uma artista plástica de reconhecido talento. Além disso, caminha pela literatura com maestria.

Prova disso é o livro " Florescer Poético", com prefácio de Carlos Augusto Viana, membro da Academia Cearense de Letras, e lançado no início de 2019, durante a exposição  "Intensidade".

“Nesta obra, fiz uma pincelada de várias poesias escritas por mim e que ressignificam o que vejo no mundo e nas pessoas. Meu segundo livro, também de poesias, já está em fase de pré-impressão”, revela.

Quando questionada sobre o melhor conselho que poderia dar a quem deseja enveredar pelo mundo artístico, Cris é rápida na resposta: “Que foquem e sejam persistentes em seus objetivos e que, principalmente, não fujam de suas essências e de suas verdades”.

Ventilações:

– As exposições realizadas na Alemanha, em Luxemburgo, em NY e em Portugal são bem especiais pra mim.

– O mercado de arte brasileiro está cada vez mais amadurecido e vem captando mais admiradores e colecionadores ao longo dos anos.

– O modernismo, a abstração, o fazer artístico, as mudanças dos padrões estéticos e as cores intensas sempre me inspiraram.

Instagran: @criscavalcanteart

Exposição

Cris Cavalcante de 12 /03 a 28/03/2020
Art Lab Gallery – Curadora Juliana Mônaco
Rua Augusta, 2554 – Jardins
Aberta de terça á sexta das 11 h as 19 h
Sábado das 10 h ás 17 h

Para esta exposição a artista apresenta 30 obras inéditas.

Leia ainda: Espacio Uruguay recebe a mostra “TransBordando”

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here