Grande catástrofe no porto de Beirute, Líbano. Uma enorme explosão atingiu o centro de Beirute nesta terça-feira, ferindo centenas de pessoas e explodindo janelas em prédios da cidade.

A explosão aconteceu perto do porto da capital libanesa,  provocando uma enorme onda de choque em forma de nuvem, passando por carros e danificando edifícios a quilômetros de distância.

Incontáveis pessoas foram ferido pela explosão, informou a Agência Nacional de Notícias, e imagens da cena mostraram os feridos cambaleando pelas ruas da capital. Uma testemunha ocular descreveu as cenas “como um apocalipse”.

Grande catástrofe no porto de Beirute, Líbano
Creditos da Imagem: © Marwan Naamani/DPA via ZUMA Press

Grande catástrofe no porto de Beirute, Líbano

Havia relatos conflitantes sobre o que causou a explosão, que foi inicialmente atribuída a um grande incêndio em um armazém de fogos de artifício perto do porto, segundo a NNA.

O diretor da diretoria geral de segurança disse mais tarde que a explosão foi causada por “materiais altamente explosivos” confiscados, mas não forneceu mais detalhes.

Uma nuvem vermelha pairava sobre a cidade após a explosão, enquanto equipes do corpo de bombeiros corriam para o local para tentar apagar o fogo. Pelo menos 10 bombeiros estão desaparecidos, de acordo com o governador, Marwan Abboud, que comentou que tudo isso, toda esta cena, lembrava  “Hiroshima e Nagasaki”.

“Em toda a minha vida, nunca vi uma destruição como esta, nesta proporção”, lamenta Abboud. “É uma catástrofe”.

Cenas terríveis e caóticas encheram os hospitais de Beirute enquanto os médicos realizavam triagem a dezenas de pessoas feridas. Alguns com membros quebrados, outros cobertos com cacos de vidro, e alguns pacientes estavam inconscientes.

Grande catástrofe no porto de Beirute, Líbano

A explosão danificou edifícios em toda a cidade, incluindo a residência oficial do presidente do Líbano, a sede do ex-primeiro-ministro Saad Hariri. Casas a 10 quilômetros de distância foram danificadas, segundo testemunhas.

A explosão ocorre em um momento tenso no Líbano. Na sexta-feira, espera-se que um painel apoiado pela ONU emita um veredicto sobre o assassinato do ex-primeiro-ministro Rafik Hariri, em 2005, um movimento que muitos temem que atinja tensões sectárias.

O país também está em meio a um colapso econômico, com um aumento no desemprego, uma moeda em queda e taxas de pobreza acima de 50%.

Fotos: Divulgação / Internet

Fonte: Divulgação / Internet

Assim, não deixe de ler: Qual será o futuro do entretenimento após as lives?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here