Brasil volta a exportar camarão após 15 anos

Exportação de camarão após 15 anos revigora nossa Economia.  Pernambucana e especialista em camarão, a Carapitanga é a primeira empresa do Brasil a exportar o produto após 15 anos.

A princípio, a retomada começou no último dia 28, com a venda de 22 toneladas para os Emirados Árabes Unidos.

Assim, em junho, serão mais 66 toneladas para Taiwan e Estados Unidos. Também estão na agenda para esse ano encomendas para a China, Rússia, Malásia e Coreia do Sul.

A empresa trabalha junto à Associação Camarão BR, CNA, Secretaria da Aquicultura e Pesca, e Ministério da Agricultura, com o objetivo de desbloquear as exportações de pescados para a Europa.

“Depois que conseguimos voltar a vender para América do Norte, Oriente Médio e Ásia, estamos trabalhando a reabertura do mercado europeu.

Portanto, queremos destinar 40% de nossa produção para o mercado externo”, diz Marcelo Varela, sócio diretor da empresa.

Em 2006, Marcelo Varela, administrador de empresas e Pedro Duque, engenheiro de pesca, deram início à sociedade no cultivo e comercialização de camarão (Litopenaeus vannamei), numa pequena fazenda no município de Igarassu (PE), que deu nome à marca Carapitanga.

Exportação de camarão após 15 anos revigora nossa Economia

Exportação de camarão após 15 anos revigora nossa Economia

A princípio, atuando no mercado local de camarão in natura, seguiram ampliando o negócio e hoje respondem por uma produção de 6.300 toneladas por ano, em 14 fazendas espalhadas por Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e Piauí.

Acumulada a experiência de mais de uma década como produtora de camarão, em 2017, passou a dedicar-se ao beneficiamento.

Dessa forma, com produto diferenciado e de valor agregado, deu início a distribuição própria para o food service em todo o país, desde pequenos restaurantes a grandes redes.

Então, em 2019, a Carapitanga inaugurou uma unidade de beneficiamento própria, em Jaboatão dos Guararapes (PE). O centro de processamento tem capacidade de 20t/dia, contando com modernas instalações e Certificação Internacional HACCP – Hazard Analysis and Critical Control Point, capaz de atender os mais exigentes clientes.

Atualmente com mais de 500 colaboradores, incluindo fazendas, escritório e indústria, a Carapitanga produz, beneficia e distribui, o que garante o diferencial da marca, variedade de tamanhos e disponibilidade de produto o ano inteiro, do fresco ao mais elaborado.

Exportação de camarão após 15 anos revigora nossa Economia
Na foto: Os diretores Marcelo Varela (à esquerda) e Pedro Duque.

Leia ainda: Pandemia faz Governo adiar parcelas do Simples

“Para o próximo semestre, estamos preparando lançamento inédito, camarão fresco, pré-cozido, pronto para consumo e com longo prazo de validade”, afirma Marcelo Varela.

Com responsabilidade ambiental e o compromisso de promover o desenvolvimento socioeconômico das comunidades tradicionais dos seus entornos, a Carapitanga, em 2020, chegou ao mercado externo.

E, portanto, a Carapitanga segue trabalhando firme no propósito de empreender na carcinicultura brasileira.

Fotos: Divulgação / Arquivo Pessoal

Fonte: Caderno 1 Comunicação
Assessoria de Imprensa

Assim, não deixe de ler: FURNAS investe 3 milhões no combate à Covid-19

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here