Home Turismo Internacional Trump nomeia juíza Amy Coney para Suprema Corte dos EUA

Trump nomeia juíza Amy Coney para Suprema Corte dos EUA

Em cerimônia na Casa Branca, presidente a define como uma das "mentes jurídicas mais brilhantes"

0
Trump nomeia juíza Amy Coney para Suprema Corte dos EUA

Trump nomeia juíza Amy Coney para Suprema Corte dos EUA.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou Amy Coney Barrett neste sábado para se tornar a próxima juíza da Suprema Corte do país.

“Hoje é uma honra indicar uma das mentes jurídicas mais brilhantes de nosso país.

Justamente,  para a Suprema Corte”, disse o presidente em um comunicado à imprensa do Rose Garden da Casa Branca.

A candidata agora precisa da aprovação do Senado para preencher a vaga deixada por Ruth Bader Ginsburg, falecida na última sexta-feira aos 87 anos.

O Partido Republicano já anunciou que tem os 51 votos necessários para isso.

Diante dessa situação, o candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, pediu ao Senado que prtanto, não se pronunciasse sobre a indicação de Barrett.

Outrossim, antes das eleições presidenciais de 3 de novembro.

“O Senado não deve decidir inicialmente, sobre esta vaga até que os americanos tenham eleito seu próximo presidente.

Assim como, o seu próximo Congresso”, disse ele em um comunicado, poucos minutos após o anúncio de Trump.

Esta é a terceira nomeação de Trump durante sua presidência – depois de Neil Gorsuch e Brett Kavanaugh.

E teria sucesso em consolidar do mesmo modo, uma maioria conservadora de 6-3 na mais alta corte.

A tendência pode continuar por uma geração, considerando que as cadeiras da Suprema Corte são vitalícias e os três juízes nomeados por Trump têm 55 anos ou menos.

Barrett, 48, era um dos dois favoritos desse modo, para ocupar o cargo ao lado da cubano-americana Barbara Lagoa, juíza de apelação do estado da Flórida.

Barrett foi indicada por Trump para o Tribunal de Apelações do Sétimo Circuito de Chicago em 2017 e é conhecida por suas opiniões conservadoras sobre questões religiosas.

Trump nomeia juíza Amy Coney para Suprema Corte dos EUA

A magistrada apresenta-se portanto, como uma “outra espécie de advogada” e considera que “a carreira jurídica nada mais é do que um meio para um fim.

E esse fim é sob o mesmo ponto de vista, a construção do reino de Deus”. Ela é uma adversária fervorosa sobretudo, do aborto.

Assim como, se manifestou contra um aspecto central da lei de saúde pública do país introduzida durante a presidência de Obama (conhecida como Lei de Cuidados Acessíveis).

Trump nomeia juíza Amy Coney para Suprema Corte dos EUA

Este último aspecto pode ter um impacto significativo no país durante a pandemia Covid-19.

Considerando que a mais alta corte realizará audiências sobre um caso relacionado inicialmente,  em novembro, logo após as eleições presidenciais.

 

 

Fonte: Infobae

Foto: Infobae

Leia também: Propaganda eleitoral começa amanhã e inclui internet

SEM COMENTÁRIOS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here