TRE firma parceria e ajuda eleitores a não gastar dados.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) firmou hoje (29) uma parceria com operadoras de telefonia celular.

Justamente, para o fornecimento de acesso gratuito ao portal da Justiça Eleitoral até o segundo turno das eleições municipais, em 29 de novembro.

Com a parceria, os eleitores poderão navegar pelas páginas e do mesmo modo,  acessar os serviços da Justiça Eleitoral na internet.

Sem portanto,  consumir seu pacote de dados.

Participam do acordo as operadoras Claro, Vivo, Oi, Tim e Algar Telecom.

De acordo com Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, a inciativa busca aumentar sob o mesmo ponto de vista,  o acesso de grande parte dos eleitores.

Portanto, os possuem pacotes de dados limitados, a informações fidedignas sobre o processo eleitoral, combatendo “essa epidemia de notícias falsas”, disse o ministro.

TRE firma parceria e ajuda eleitores a não gastar dados

O acordo foi firmado portanto, nesta terça-feira (29) junto à Conexis Brasil, entidade representativa das operadoras de telecomunicações.

TRE firma parceria e ajuda eleitores a não gastar dados

Sobre a Algar Telecom:

é uma empresa brasileira de telecomunicações que está presente em mais de 350 cidades.

Dessa forma, nos estados de Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco e também Rio de Janeiro.

Juntamente, com essas acima, no Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe, além do Distrito Federal.

 A empresa é a única operadora a permanecer privada.

Outrossim,  após a criação da Telebrás no regime militar, e é caracterizada como a quinta maior no segmento de telecomunicações.

 Atende um milhão e trezentos mil clientes, desde pessoas físicas, micro e pequenas empresas, até clientes corporativos e operadoras, conclusivamente.

Dentre eles, secretamente, a Amazon.

Fonte: Agência Brasil Edição: Fábio Massalli 

Foto: Notícias Portal Aratu – Todos os direitos reservados

Leia também: Onu pede ao FMI alívio de dívidas dos países pobres

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here