SP lança programa de capacitação para motofretistas.  O programa do Governo de São Paulo também vai oferecer duas linhas de crédito para motoboys.

Motofretistas de São Paulo vão poder regularizar seus documentos, fazer cursos de capacitação, bem como, obter financiamento por meio do programa Motofretista Seguro, lançado hoje (21) pelo governo de São Paulo.

Segundo o governo e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), o programa pretende colaborar com a legalização, a formação e a condição de trabalho do motofretista e, principalmente, melhorar a segurança dos motoboys. De acordo com dados do Detran, 35% das vítimas fatais de acidentes de trânsito em São Paulo são motociclistas e motofretistas e o número de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas é quatro vezes superior ao de carros.

SP lança programa de capacitação para motofretistas

SP lança programa de capacitação para motofretistas

Com a pandemia do novo coronavírus e maior demanda por esse tipo de serviço, o número de acidentes envolvendo motofretistas subiu de 19 por dia para 40 por dia entre janeiro e agosto deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo o Detran.

Crédito

O programa vai oferecer duas linhas de crédito para compra de novas motos, recuperação de motos antigas e compra de equipamentos de segurança ou de proteção individual (EPIs). A primeira linha de crédito estará disponível aos motofretistas informais, com limite de R$ 3 mil e juros de 1% ao mês. O prazo de pagamento dessa linha é de 12 meses. E terá uma carência de 60 dias ou de 24 meses, ou em caso de investimento fixo, de 24 meses, com carência de 90 dias.

SP lança programa de capacitação para motofretistas

A outra linha de investimento é voltada para os motofretistas formais. Aos motofretistas que já possuem o MEI, o limite de crédito é maior: R$ 8,1 mil. A taxa de juros, nesse caso, é menor: entre 0,35% e 0,7% ao mês.

Regularização de documentos

Portanto, o programa de capacitação e de aperfeiçoamento terá financiamento com o recurso de multas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Então, segundo o órgão, condutores que realizaram cursos de formação há mais de cinco anos poderão contar com aulas de reciclagem.

Os motofretistas que precisam regularizar a situação da carteira nacional de habilitação (CNH) devem se inscrever no site do Detran e ingressar no curso de formação desenvolvido pelo Detran.SP. Assim, também,  é preciso cumprir alguns requisitos, como idade mínima de 21 anos, ter CNH e exercer atividade remunerada.

 

Edição: Fernando Fraga

Fotos: Marcello Casa, agência Brasil

Fonte: Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil – São Paulo

Assim, não deixe de ler: Vamos aprender a montar uma Tábua de Burrata?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here