Anúncio Na Mídia

Sambódromo Paulista comemora 30 anos sem carnaval. Espaço chega a receber até mais de 50 mil pessoas. Dessa forma, sem carnaval este ano por causa da pandemia do novo coronavírus, o Sambódromo do Anhembi, na capital paulista, comemora 30 anos de existência hoje (1º).

Projetado pelo renomado arquiteto Oscar Niemeyer às margens do Rio Tietê, o Sambódromo recebeu o nome de Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo, uma homenagem ao ator, comediante e sambista brasileiro. Inaugurado em 1991 e construído junto ao Complexo Anhembi [que engloba também o Pavilhão de Exposições e o Palácio das Convenções], ele passou desde então a receber oficialmente os desfiles das escolas de samba paulistanas, que antes eram realizados na Avenida Tiradentes.

Em dias de apresentação das escolas de samba, o espaço chega a receber até mais de 50 mil pessoas, incluindo o público das arquibancadas, camarotes e dos que desfilam pela passarela.

Inicialmente, a arquibancada do Sambódromo tinha capacidade para receber 10 mil pessoas, mas sua capacidade foi aumentada para 30 mil pessoas em 1996. Só a área chamada de Monumental, no setor B, pode receber até 7,7 mil pessoas. O sambódromo tem uma área total de 100 mil metros quadrados, com uma pista de 530 metros de extensão e 14 metros de largura.

Sambódromo Paulista comemora 30 anos sem carnaval

Sambódromo Paulista comemora 30 anos sem carnaval
(Divulgação/Rafael Neddermeyer/LIGASP/Fotos Públicas)

Em três décadas, a passarela do samba paulistana já foi palco também de festivais e até disputas esportivas, como o X-Games, um campeonato de esportes radicais, e etapas brasileiras da Fórmula Indy 300. No fim da década de 90, o espaço passou a receber também o tradicional desfile cívico e militar de 7 de Setembro. E sua área de concentração, Arena Anhembi, já foi palco de shows de Elton John, Kiss, Oasis, Aerosmith. Assim como, Maroon 5, Bruno Mars, Ivete Sangalo, Wesley Safadão, Luan Santana, Amy Winehouse e Guns N´Roses, entre outros.

No ano passado, a São Paulo Turismo, que administra o sambódromo, transformou o local também em um espaço de lazer aberto ao público, com entrada gratuita. Essa Arena de Lazer, como foi chamada, possui pista de bicicleta, área para corrida e caminhada e até uma exposição sobre o carnaval. Durante a pandemia do novo coronavírus, a Arena de Lazer segue aberta, mas com aferição de temperatura e obrigatoriedade do uso de máscara.

Sambódromo Paulista comemora 30 anos sem carnaval

Portanto, para celebrar os 30 anos, a São Paulo Turismo vai fazer uma série de lives nas redes sociais, com depoimentos, bem como,  curiosidades sobre o espaço. Então, a ação ocorre nas redes sociais da SPTuris, AnhembiParque ou Arena Sambódromo. O aniversário também será com uma exposição de carros antigos.

O Complexo Anhembi, que inclui o sambódromo, está sendo concedido à iniciativa privada. A concessão será pelo prazo de 30 anos.

Carnaval

Enfim, por causa da pandemia do novo coronavírus, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, decidiu adiar, neste ano, a data para os festejos de carnaval na cidade. Dessa forma, o ponto facultativo do carnaval teve seu cancelamento e considerarão uma data em um dia normal na capital paulista.

 
Fotos: Divulgação / Imagem de Rafael Neddermeyer, Liigasp, fotos públicas
Edição: Valéria Aguiar
Fonte: Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil – São Paulo
Dessa forma, não deixe de lerAmeaça ao golfinho rotador pelo turismo desordenado
Do mesmo modo, veja ainda nosso ebook: Um corpo bonito é essencial
Conhece a loja do Na Mídia? Clique aqui
Anúncio Na Mídia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here