Reembolso e remarcações aéreas aprovadas no Senado. O Senado aprovou hoje (15) a Medida Provisória (MP) 925/20.

Tal medida,  permite às empresas aéreas reembolsarem os clientes que cancelaram passagens aéreas por causa da pandemia do novo coronavírus.

A MP também trata do oferecimento de créditos para voos posteriores.

De acordo com o texto, os clientes cujos voos foram, ou ainda serão cancelados até 31 de dezembro deste ano, poderão dessa forma,  obter o dinheiro de volta em até 12 meses.

Dessa forma, a contar da data do bilhete cancelado.

A matéria segue agora portanto, para sanção presidencial.

Além do reembolso, o texto prevê do mesmo modo, o uso de créditos para outro voo em um prazo de 18 meses.

“Com isso, em curto prazo, busca-se preservar o caixa das empresas, que deixam de ter que arcar imediatamente com reembolsos, em um momento de queda abrupta de receitas.

Em médio prazo, suaviza-se a queda de demanda, fazendo com que muitas viagens possam ser adiadas, em vez de canceladas”, disse o relator, Eduardo Gomes (MDB-TO), em seu parecer.

Reembolso e remarcações aéreas aprovadas no Senado

Reembolso e remarcações aéreas aprovadas no Senado

Editada pelo governo federal em março, a medida prevê socorro financeiro às companhias aéreas, que estão sendo fortemente afetadas pela crise do novo coronavírus.

Segundo a Organização de Aviação Civil Internacional (OACI), estima-se que haverá, em 2020, uma redução global de 32% a 59% dos assentos oferecidos pelos transportadores aéreos.

O que é um Programa de Milhagem:

É um serviço muito oferecido por companhias aéreas para recompensar seus clientes por sua fidelidade, criado pela companhia norte-americana Pan Am.

Usualmente, os clientes de uma companhia inscrevem-se no programa para ganhar pontos correspondente à distância percorrida consequentemente, em seus voos.

Ao atingir uma determinada quantidade de pontos portanto, o cliente é premiado com uma passagem aérea gratuita em uma determinada área de milhas.

Em alguns casos estes pontos podem ser trocados por outros produtos, serviços ou acesso a áreas VIP.

Reembolso e remarcações aéreas aprovadas no Senado

Fonte:  Marcelo Brandão/Agência Brasil – Brasília

Foto: O Brasilianista/Todos os direitos reservados

Leia também: Prorrogação de contratos sem licitação é aprovada na Câmara

 

1 COMENTÁRIO

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here