Recuperados da covid 19 somam mais de 2,1 milhões no Brasil

0
36

Recuperados da covid 19 somam mais de 2,1 milhões no Brasil

O Ministério da Saúde divulgou hoje (9) novos números sobre a pandemia do novo coronavírus (covid-19) no país.

De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil tem 3.035.422 casos confirmados da doença e 101.049 mortes registradas.

Os casos recuperados somam 2.118.460

Recuperados da covid 19 somam mais de 2,1 milhões no Brasil

Nas últimas 24 horas, o ministério registrou 23.010 novos casos e 572 mortes.

O estado de São Paulo tem o maior número de casos acumulados desde o início da pandemia, com 627.126 casos e 25.114 mortes.

Em seguida estão os estados da Bahia (193.029 casos e 3.953 óbitos), Ceará (188.542 casos e 7.954 óbitos) e o Rio de Janeiro (178.850 casos e 14.080 óbitos)

De acordo com o Ministério da Saúde, 3.566 casos estão em investigação.

Recuperados da covid 19 somam mais de 2,1 milhões no Brasil

Um pouco da história do Ministério da Saúde do Brasil

Ministério da Saúde (MS), no Brasil, corresponde ao setor governamental responsável pela administração e manutenção da Saúde pública do país.

Existe desde 1808 diretrizes públicas na área da saúde, realizadas pela monarquia.

Apesar disso, o primeiro Ministério com ações na área da saúde foi criado em 1930.

Durante o governo de Getúlio Vargas, com o nome de Ministério dos Negócios da Educação e Saúde Pública.

Em 1937 passou a se chamar Ministério da Educação e Saúde.

Já em 25 de julho de 1953 foi definido como Ministério da Saúde.

Outrossim, em 1956, vinculado a este ministério, surgiu o Departamento Nacional de Endemias Rurais.

Com finalidade de executar os serviços de combate a endemias existentes no país.

Dessa forma, como a malária, leishmaniose, doença de Chagas, peste, brucelose, febre amarela, entre outras.

No início dos anos 60, a desigualdade social, marcada pela baixa renda per capita e a alta concentração de riquezas, ganha dimensão.

Justamente, no discurso dos sanitaristas em torno das relações entre saúde e desenvolvimento. 

Fonte: André Richter /Agência Brasil – Brasília Edição: Nélio de Andrade

Foto: G1/Globo/Todos os direitos reservados

Leia também: As pessoas não se importam em combater o COVID-19?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui