Anúncio Na Mídia

Ministérios da Agricultura Segurança e Defesa com crédito.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou o Projeto de Lei 14.037/2020.

Que justamente, abre crédito suplementar de R$ 616,99 milhões para os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; da Justiça e Segurança Pública e da Defesa.

A sanção foi publicada dessa forma, em edição extra do Diário Oficial da União desta sexta-feira (17).

A medida tem como objetivo possibilitar, dentre outros, a realização da Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) na Amazônia Legal, a Operação Verde Brasil 2, cuja vigência foi estendida até 6 de novembro de 2020.

Também está previsto o desenvolvimento de ações relacionadas com a prevenção e o enfrentamento ao delito e à violência.

Além obviamente, da criação da política nacional pesqueira e aquícola em Bananeiras (PB).

Os recursos para o crédito suplementar para os três ministérios são decorrentes de incorporação portanto, de superávit financeiro.

Justamente, no balanço patrimonial da União em 2019 (R$ 164,9 milhões), recursos próprios primários de livre aplicação (R$ 38.4 milhões) sob o mesmo ponto de vista.

Ministérios da Agricultura Segurança e Defesa com crédito

Ministérios da Agricultura Segurança e Defesa com crédito

Assim como, relativo a taxas e multas pelo exercício do Poder de Polícia e proveniente de processos judiciais (R$ 9,7 milhões), recursos próprios financeiros (R$ 114,2 milhões).

E por fim,  recursos vinculados a aplicações em políticas públicas específicas (R$ 2,5 milhões).

Também consta como origem dos recursos a anulação de dotações orçamentárias no valor de R$ 451 milhões.

Sobre o presidente Jair Bolsonaro:

é um capitão reformado, político e atual presidente do Brasil.

Foi deputado federal por sete mandatos entre 1991 e 2018, sendo eleito através de diferentes partidos ao longo de sua carreira.

 Elegeu-se à presidência pelo Partido Social Liberal (PSL), ao qual foi filiado até novembro de 2019.

Três de seus filhos também são políticos: Carlos Bolsonaro (vereador do Rio de Janeiro pelo Partido Social Cristão), assim como, Flávio Bolsonaro (senador fluminense pelo PSL e comandante da legenda no estado).

Por fim,  Eduardo Bolsonaro (deputado federal por São Paulo, também pelo PSL)

Edição: Fábio Massalli

Foto: Canva.com

Leia também: Brasil e Uruguai integrados em obras anuncia Ministro Tarcisio

Anúncio Na Mídia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here