Está na hora da saúde pública focar no autocuidado

Conhecido defensor de práticas saudáveis no dia a dia, o educador físico defende a adoção desses hábitos como a medicina preventiva mais barata e eficiente.

0
1410

Está mais do que na hora de o foco da saúde pública estar voltado para o autocuidado

Conhecido defensor de práticas saudáveis no dia a dia, o educador físico defende a adoção desses hábitos como a medicina preventiva mais barata e eficiente.

Vinte e quatro de julho é conhecido pelo Dia Internacional do Autocuidado.

Cuidar da própria saúde envolve fazer escolhas constantes – 24 horas por dia, sete dias por semana.

A data é um bom momento para rever hábitos e tornar a vida mais saudável.

Defensor de práticas do autocuidado, convidamos o educador físico com pós-graduação em nutrição Marcio Atalla para falar mais sobre o tema.

“Está mais do que na hora de o foco da saúde pública estar voltado para isso, em vez de apenas pensar na saúde da porta do hospital pra dentro”, argumenta.

Está na hora da saúde pública focar no autocuidado Qual a importância da adoção de hábitos saudáveis no dia a dia para a qualidade de vida?

Exatamente esta é a importância: ter qualidade de vida, ser saudável, poder viver os anos das idades mais avançadas com maior autonomia e saúde.

Enfim, o que precisamos para aproveitar a vida, que é estar bem fisicamente, estar “inteiro”.

Muitos são os obstáculos para se manter uma rotina saudável. Como driblar essas dificuldades?

Criando hábitos.

É importante ter a consciência que para termos qualidade de vida, é necessário fazer escolhas que determinarão  nosso estilo de vida e hábitos.

Quanto mais fizermos escolhas saudáveis, maior a facilidade de fazer novas e novas escolhas.

Está na hora da saúde pública focar no autocuidado

Você tem alguma dica para quem está pensando em mudar de estilo de vida?

Não desista, insista. Mudar hábitos não é fácil, por isso, persistência é o segredo.

Um estilo de vida mais saudável pode auxiliar a medicina preventiva?

Ter um estilo de vida saudável é a medicina preventiva mais barata e eficiente que existe.

Está mais do que na hora de o foco da saúde pública estar voltado para isso, em vez de apenas pensar na saúde da porta do hospital pra dentro.

Associação Brasileira da Indústria de Medicamentos Isentos de Prescrição (ABIMIP) levanta a bandeira do autocuidado no país.

Sobre o autocuidado

O autocuidado é um termo que envolve a tomada de decisões sobre a própria saúde, uma prática assegurada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O autocuidado envolve questões fundamentais, como:

  • higiene pessoal,
  • nutrição,
  • prática de atividades físicas,
  • informação confiável sobre saúde,
  • autoconhecimento,
  • hábitos sociais,
  • uso consciente de medicamentos.

Tomar remédio por conta própria, deve ser uma prática responsável pautada em orientação e educação.

Para isso, é preciso entender que nem todos os medicamentos disponíveis na farmácia podem ser tomados sem receita e da mesma maneira.

Sobre a ABIMIP

ABIMIP (Associação Brasileira da Indústria de Medicamentos Isentos de Prescrição) é uma associação sem fins lucrativos.

Representa 20 empresas entre os principais fabricantes nacionais e internacionais de medicamentos isentos de prescrição (MIPs).

E,  juntos, representam aproximadamente 80% do mercado farmacêutico relevante desse tipo de produtos.

Fundada em 1994, a associação tem como missão apoiar o sistema de saúde para que os brasileiros possam tomar decisões em relação ao autocuidado de forma responsável.

Para conhecer mais sobre a ABIMIP, acesse o site www.abimip.org.br.

Leia também: Uso de medicamentos isentos de prescrição gera economia

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui