Divinho indica Rosès Argentinos na faixa dos R$50

A DIVINHO COMEMORA 3 ANOS COM UMA NOVA LOJA EM PINHEIROS. EM UM AMBIENTE CLIMATIZADO

0
divinho-namidia-uiara zagolin-divulgação

Finca Las Moras – San Juan
R$48,90

Mostra uma cativante pureza nas notas de morangos frescos com algum contorno floral e especial. Tem bom corpo, é vivo e seduz pela bela harmonia.
Vinificação: colheita manual no ponto ótimo de amadurecimento. Seleção de cachos seguida de desengace total e esmagamento. Maceração pelicular por 10 horas a 10°C. Prensagem pneumática e início da fermentação alcoólica com inoculação de leveduras selecionadas em cuba.
Harmonização: Perfeito com antepastos variados, lula recheada com tartar de camarões e tomates, grelhada rapidamente na chapa. Também é uma ótima pedida para acompanhar paella. E pode ser desfrutado sozinho num bate-papo.
Sobre a Vinícola – Finca Las Moras faz parte do grupo Pañaflor e está localizada na região vitivinícola de San Juan – a segunda maior da Argentina, atrás de Mendoza. A vinícola possui cerca de 1.000 hectares de vinhedo em três vales (Zonda, Tutum e Pedernal) e elabora uma grande coleção de tintos e brancos de diversas gamas, desde exemplares jovens e cheios de fruta, para o dia a dia, até tintos sérios e complexos.

Estiba I Tempranillo Rosado – Mendonza
R$54,90

É um saboroso rosè elaborado com uva Tempranillo. Leve e fresco, apresenta aromas de frutas vermelhas e notas cítricas. É uma ótima opção como aperitivo e para acompanhar pratos leves.
Vinificação: maceração limitada em 24 horas. Leveduras selecionadas e controle de temperatura para a fermentação que durou 25 dias. Não tem contato com madeira para manter o frescor da fruta e o potencial aromático.
Harmonização: acompanha frutos do mar, queijos e saladas.
Sobre a vinícola: os vinhos Estiba I compõem uma nova linha da argentina Bodegas Esmeralda, que faz parte do Grupo Catena Zapata. A vinícola tem mais de meio século de história, contando com vinhedos em algumas das melhores localidades de Mendoza. Seus vinhos são reconhecidos pela excelente relação preço-qualidade.

Rosé Familia Gascón – Luján de Cuyo
R$62,90

Este é daqueles rosés que nos fazem suspirar! Delicado do início ao fim, com aromas de frutas vermelhas frescas, como morango e amora, e flores brancas. Em boca é mais ousado, sensual, com taninos macios, acidez e frescor.
Vinificação: fermentação tradicional com controle de temperatura.
Harmonização: salmão grelhado na crosta de gergelim negro. Também é ótimo com saladas e pratos de aves brancas.
Sobre a vinícola: a história da bodega remonta à década de 1880, quando Miguel Escorihuela Gascón, então com 19 anos, emigrou da Espanha para a Argentina. Depois de um curto período na capital, Miguel mudou-se para Mendoza, onde adquiriu 17 hectares de terra e iniciou a construção da vinícola. Ele acreditava que o sucesso de seu projeto dependia da produção de vinhos de alta gama, o que exigia um cuidado especial com o cultivo das uvas. Em 1993, o famoso produtor Nicolás Catena Zapata herdou o negócio e logo promoveu a modernização da produção para adequá-la às exigências do mercado atual, tornando esta tradicional bodega reconhecida mundialmente.

Finca La Linda Malbec Rosé – 2016
R$56,90

É um rosado com foco na pureza da fruta vermelha (morango e cereja) e com delicadas notas florais. Na boca é saboroso, equilibrado, com ligeira doçura e muito frescor.
Vinificação:seleção de cachos e desengace; Rendimento de 63 hl/ha (9.000 kg/ha); Esmagamento e fermentação em cubas de aço inox, controladas a 18°C, com inoculação de leveduras; Amadurecimento; Estabilização, leve filtração e engarrafamento.
Harmonização:muito versátil à mesa, combina com saladas à niçoise (com anchovas, ovos cozidos e azeitonas), antepasto italiano, sopas mediterrâneas de peixe e crustáceos, moqueca baiana, aves e outras carnes brancas. Também é ótimo como aperitivo.
Sobre a vinícola: Luigi Bosca é um dos grandes nomes do vinho argentino. A vinícola pertence aos Arizu, que têm uma tradição secular na elaboração de tintos e brancos em Mendoza. Atualmente, é gerida pela quarta geração da família. A vinícola fica em Luján de Cuyo, mas possui sete propriedades em zonas privilegiadas de Mendoza (Luján de Cuyo, Maipú e Vale do Uco), totalizando quase 700 hectares de vinhedos próprios. As diferentes variedades de uvas foram trazidas da Europa no final do século XIX, mas as vinhas de hoje são o resultado de uma seleção das melhores vinhas velhas da família.

Divinho
A Divinho comemora 3 anos com uma nova loja em Pinheiros. Em um ambiente climatizado e temperatura controlada os mais de 400 rótulos são tratados com respeito. Com uma seleção de vinhos e destilados feita de forma extremamente criteriosa, a Divinho oferece desde vinhos cobiçados e raros, assinados por produtores renomados, e difíceis de encontrar, clássicos tintos, brancos, espumantes entre outros classificados como “boas compras”, pois têm qualidade muito superior àquela que o preço da garrafa sugere. A Loja conta sempre com um experiente sommelier de plantão para orientar os clientes na escolha da bebida de acordo com o gosto pessoal, a ocasião e o valor que estão dispostos a pagar, além de informar sobre as regiões produtoras, premiações e outras curiosidades de cada rótulo.
Além da loja física, conta também com o e-commerce que distribui para todo o Brasil com prazo de entrega muito ágil. Para endereços na capital paulista, os vinhos podem chegar ao cliente no mesmo dia da encomenda.

Endereço: Rua Teodoro Sampaio, 2550 – LJ 06 – Pinheiros
Telefone: 11 27294004 / 11 943491044 (WhatsApp)
https://www.divinho.com.br/vendas@divinho.com.br
Horário: de segunda a sexta das 10h às 18h30 / sábado das 10h às 16hs

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here