Anúncio Na Mídia

Desenho animado brasileiro Guerreiros da Amazônia. Desenho animado  com indicação para crianças de 5 a 12 anos

Em tempos de isolamento social devido à pandemia global do Coronavírus, a TV Escola da Roquette Pinto Comunicação Educativa, iniciou ação de exibição inédita dos 10 episódios da série Amazon – Guerreiros da Amazônia em suas redes sociais do Instagram e Facebook.

A princípio, a Série de animação com super-heróis tem a missão de preservar a floresta e conscientizar o público infantil sobre a importância da Amazônia. Obra que tem indicação para crianças de 5 a 12 anos, foi encomendada pelo MEC e adaptada para a TV Escola em 2018 – 2019.

Isto é, a Trilogia literária que serviu de inspiração teve livros lançados em comunidades ribeirinhas do Pará e tem vários prêmios internacionais.

Para ter acesso aos dez episódios, basta acessar os perfis da @tvescola no Facebook e Instagram.

Durante dez dias, sempre às 11 horas, um novo episódio! Os episódios exibidos permanecerão nas redes e poderão ser assistidos várias vezes!

Desenho animado brasileiro Guerreiros da Amazônia

Desenho animado brasileiro Guerreiros da Amazônia

Ao final de cada animação, deixe o seu comentário sobre essa produção 100% brasileira de animação!

Personagens e temas locais

Assim como nos livros, o desenho animado traz para a televisão e para as redes sociais, o grupo de super-heróis que se aventuram pela floresta para defender a natureza.

Os jovens guerreiros ganham poderes após vestirem armaduras de animais, símbolos da região amazônica como o Boto, a Arara, a Onça, a Ariranha, o Peixe-boi, a Sucuri, o Falcão, o Jacaré e a Harpia.

Portanto, eles são convocados pelos Amazons, povo lendário formado por descendentes de todas as tribos da Amazônia, que se uniram há 500 anos, para defenderem a floresta.

Dessa forma, a produção do audiovisual escolheu temáticas importantes, pertinentes e atuais no que diz respeito à realidade amazônica, o desenho retrata de forma lúdica e objetiva assuntos como:

  • Água e Rios Voadores; Poluição e Garimpo; Mudanças climáticas e Queimadas; Madeira ilegal e Biopirataria;
  • Povos, costumes e a Medicina da floresta. Questões sobre agricultura familiar e reflorestamento; turismo e injustiça social;
  • grilagem e conflitos de terras, além de temas relacionados às fronteiras e identidades, já que a história se passa na Amazônia Continental e não somente em território brasileiro.

Autoria

Outrossim, a animação foi baseada na trilogia literária escrita por Ronaldo Barcelos, que visa resgatar valores e contribuir para educação básica.

“Os jovens heróis despertam o amor pelo nosso país e pela Amazônia, elevando a autoestima e o sentido de pertencimento nas crianças.

A proposta é informar sobre a natureza revelando não só os problemas, mas as riquezas e mostrar que a floresta é composta por diversos tipos de habitantes, que possuem conhecimento ancestral e podem nos guiar pelos melhores caminhos”. explica o autor.

Projeto Social

Em 2013 a trilogia literária venceu o prêmio Hugo Werneck na categoria: “Melhor Exemplo em Educação Ambiental”

Motivados por esse prêmio e pelas dificuldades na educação da região, iniciaram um projeto social próprio visando a doação de livros e visitação em escolas.

Já foram doamos 10 mil livros físicos para 500 escolas públicas na Amazônia e baixados 100 mil exemplares no formato PDF digital, através do site http://www.guerreirosdaamazonia.com.br

Assim, em 2017 e 2018, o projeto social foi reconhecido e ganhou 13 prêmios internacionais nos 7 maiores festivais de publicidade do mundo, incluindo 2 Leões no Festival de Cannes, na França!

Conheça e apoie o projeto social:

Por Carúlina Maia

Fotos: Divulgação / Arquivo Pessoal

Fonte: Amanda Ivanov / Hochmuller

Não deixe de ler:  Veja como preparar sua casa para uma pandemia

Anúncio Na Mídia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here