Anúncio Na Mídia

Chave do Rio vai para profissionais da Saúde. Assim, todos os anos, o carnaval é oficialmente aberto inicialmente,  no Rio de Janeiro com a cerimônia de entrega da chave da cidade ao Rei Momo.

Em decorrência portanto, da pandemia causada pelo novo coronavírus, que levou ao cancelamento das tradicionais atrações carnavalescas na capital fluminense, a prefeitura decidiu realizar um evento para chamar atenção para o combate à covid-19.

Do mesmo modo,  as duas profissionais de saúde que atuam na linha de frente receberam a chave.

Chave do Rio vai para profissionais da Saúde

Chave do Rio vai para profissionais da Saúde
Sambódromo do Rio de Janeiro – Riotur/Divulgação

A cerimônia ocorreu na noite de hoje (12) no Sambódromo

O prefeito Eduardo Paes recebeu a chave das mãos do Rei Momo, Djeferson Mendes, e as transferiu para profissionais de saúde, entre elas a enfermeira Adélia Maria dos Santos. Ela é servidora vinculada à Secretaria Municipal de Saúde desde 1979 e também foi a responsável por aplicar a primeira vacina contra covid-19 na cidade.

“A gente passa por um momento difícil na história da humanidade, difícil pra todos nós brasileiros e difícil pra nós cariocas, porque não nos permite realizar essa festa, que acima de tudo celebra vida, amizade, carinho entre as pessoas e alegria”, disse Paes.

O evento marcou também a inauguração da iluminação especial instalada no Sambódromo. Portanto, foi planejada dessa forma, pela Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur) e funcionará até o dia 20 de fevereiro, em homenagem às vítimas da covid-19.

Ao longo desse período, as arquibancadas assim como,  a avenida onde ocorrem os desfiles estarão com as cores das escolas de samba.

A concentração e o desfile de blocos e escolas de samba estão proibidos no Rio por força do mesmo modo, de um decreto municipal.

Em caso de descumprimento. portanto, poderão apreender os instrumentos musicais e os responsáveis sofrerão multas. 

O prefeito Eduardo Paes já descartou a  possibilidade de se realizar um carnaval fora de época, justamente no mês de julho.

A medida conta com o apoio da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa).  Ou seja, entidade que representa da mesma maneira, as agremiações que se apresentam no Grupo Especial.

Chave do Rio vai para profissionais da Saúde

Diversos blocos de rua tradicionais também se manifestaram favoráveis e lançaram uma campanha pelo distanciamento social. Alguns deles estão programando transmissão de apresentações online.

 

 

Fonte: Leo Rodrigues/ Agência Brasil
Foto: Riotur/Divulgação
Leia também:Passo a Passo do visto para residir e trabalhar nos EUA

Anúncio Na Mídia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here