Ajudar o próximo cura feridas emocionais. O mundo enfrenta a pandemia do novo coronavirus, contudo existem muitas pessoas que se sensibilizam com as dificuldades que a grande maioria enfrenta e, assim, resolvem ajudar de alguma forma.

Como o álcool em gel, a máscara é um dos itens essenciais ao combate à pandemia. Dessa forma, vamos conhecer mais uma história de solidariedade que vem unindo pessoas.

Relato de Ester Vieira que pertence a comunidade cristã Congregação Cristã no Brasil, iniciou sua campanha em fevereiro assim que a Covid19 apareceu no Brasil. Dessa forma, através de uma amiga que vive na Holanda, entrou em contato com a necessidade de produção de máscaras.

Então, mesmo sem verbas para iniciar o projeto, decidiu colocar um anúncio no Facebook divulgando a precisão de 45 costureiras voluntárias, o que foi respondido prontamente.

Ajudar o próximo cura feridas emocionais

Depois disto, começou a procurar por doações através da Congregação Cristã no bairro da Vila Ré que doou alguns tecidos.

E, mais tarde uma senhora da mesma comunidade cristã da Vila Prudente doou uma bobina e os elásticos ficaram por conta de uma amiga que vive na Holanda e, assim, foi dado a largada.

As primeiras entregas foram para o Hospital Das clínicas e depois algumas igrejas da Congregação Cristã, bem como,  asilos e postos de saúde.

Mais tarde, foram entregues para a região do ABC Paulista, Ferraz de Vasconcelos, Sorocaba, Jabaquara e para a zona leste de S.Paulo, onde estão concentradas 80% das costureiras voluntárias, além do Consulado do Congo.

Ajudar o próximo cura feridas emocionais

Maranhão e Piauí

Portanto, mais tarde, tiveram o conhecimento da necessidade de máscaras para os estados do Maranhão e Piauí, através dos noticiários. Para tanto, mais doações foram chegando a  fim de que pudessem ajudar esses dois estados.

Ajudar o próximo cura feridas emocionais

Máscaras Laváveis

Foram inúmeras doações, por exemplo uma doação através do proprietário de uma fábrica de elástico na vila Ré, São Paulo.

Ainda, um outro projeto de máscaras de TNT 80 que são laváveis, foram entregues aos moradores de rua e também para o Hospital João XXIII na Vila Carrão, em SP.

Ajudar o próximo cura feridas emocionais

E para agradecer a essas costureiras voluntárias,  foram entregues caixinhas de madeira ou MDF estilizadas por um grupo de mulheres da Congregação Cristã que desenvolvem este trabalho a fim de ajudar o próximo 

Além da fabricação de máscaras, este projeto de costureiras também ajudou muitas famílias que perderam seus filhos e entraram em depressão, isto é, ajudando essas pessoas  a saírem da depressão, através de um trabalho social. 

Ajudar o próximo cura feridas emocionais

“Este projeto marcou minha vida, pois conseguimos ajudar outros através de doações. Ao ajudar o outro, ajudamos a nós mesmos, pois a atividade de um trabalho social cura várias feridas emocionais, como a depressão, por exemplo.”, finaliza Ester Vieira.

Agradecimentos

Agradecimentos a área social da Congregação Cristã no Brasil, a Logística e Contabilidade do doadas pelo estado do Paraná.

Aos motoboys, Transportadoras, ao Projeto Máscara Mundial, às Costureiras Voluntárias, também a Rafaela da Holanda e ao  Sr. João dos Elásticos.

 

Fotos: Divulgação / Arquivo Pessoal

Fonte: Divulgação

Não deixe de ler: Aparelho afere presença de coronavírus no ambiente

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here