torremolinos-foto divulgação-uiara zagolin - na midia

Mais um brilhante trabalho do melhor da MPB

O novo trabalho gravado ao vivo com o violonista Edmilson Capelupi, traz novas leituras de músicas conhecidas e desconhecidas de jovens compositores e gênios da nossa música.

Gênios como Chico Buarque, Capiba, Lupicínio, Caymmi e Tom Jobim.

Um mergulho no nada, segundo álbum do Ayrton

Um mergulho no nada, segundo álbum do Ayrton,  foi gravado em abril de 2018, em ensaio e apresentação com o público do cantor no Teatro Itália, São Paulo, com produção do super profissional Thiago Marques Luiz.

Um mergulho no nada é o segundo álbum de Montarroyos

Segundo o artista, sobre o disco, “Nele canto um Brasil lindo e que há dentro de mim, através das canções de Dorival Caymmi, Ylana Queiroga, Chico Buarque e tantos outros grandes autores do nosso solo tão fértil”, comenta.

Dona divergência (Lupicínio Rodrigues e Felisberto Martins, 1951), Jabitacá (Junio Barreto, Bactéria e Lira, 2015), Mar e lua (Chico Buarque, 1980), Pé na estrada (Ylana Queiroga e Yuri Queiroga, 2017) e Sodade matadeira (Dorival Caymmi, 1948) e Cálice de Gil e Chico, são algumas das  beldades do CD.

Título do disco

Um mergulho no nada é o segundo álbum de Montarroyos

O título do disco, Um mergulho no nada, foi retirado do verso de Sem pressa de chegar (Capiba e Délcio Carvalho, 2000), uma das músicas que completam o repertório desse segundo álbum.

Um mergulho no nada é o segundo álbum de Montarroyos

Um mergulho do nada-  “Assim falaram as virgens do grande Zeus verídicas, por cetro deram-me um ramo, a um loureiro viçoso colhendo-o admirável, e inspiraram-me um canto  divino para que eu glorie o futuro e o passado,  impeliram-me a hinear o ser dos venturosos sempre vivos e a elas primeiro e por último sempre cantar.”

Proêmio: Hino Às Musas – Hesíodo.

Fotos- Tania Voss

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here