Sonoridade da guitarra portuguesa em ritmos do Brasil. Após turnês de sucesso em Portugal, o Wallace Oliveira Trio leva outrossim a versatilidade da guitarra portuguesa, instrumento tradicional do fado, em arranjos para ritmos brasileiros, para quatro shows grátis em São Paulo.

Formado por Wallace Oliveira na guitarra portuguesa, assim como Sérgio Borges no violão de sete cordas, bem como Adriano Busko na percussão, o trio toca no Centro Cultural São Paulo, no dia 16 de agosto, Centro Cultural da Penha, no dia 21 de agosto e CEU Butantã, no dia 23 de agosto, respectivamente.

Assim, o espetáculo dá continuidade ao lançamento do álbum de estreia, Nova (2017).

O programa do show acresce que inclui releituras que vão de Pixinguinha e Hermeto Pascoal a Fontes Rocha e Freddie Mercury, combinando juntamente com choro, baião, frevo, guitarradas portuguesas e world music em uma narrativa musical que une o tradicional ao contemporâneo enfim.

Logo após cada show na capital paulista, acontece posteriormente um workshop com o público (exceto no dia 21/8, quando o mesmo acontece antes do show, às 15h) por exemplo

Os músicos e a produção abordam a trajetória do grupo, em virtude do lançamento do álbum e as turnês pelo exterior.

Da mesma forma, falam também sobre as peculiaridades da guitarra portuguesa e sua história, além de temas relacionados à produção musical e carreira artística frequentemente.

Estes quatro shows foram viabilizados de acordo com o Edital de Apoio à Criação Artística – Linguagem Música, da Secretaria Municipal de Cultura.

Sonoridade da guitarra portuguesa em ritmos do Brasil

Guitarra portuguesa é um instrumento cuja fonte primária de som é a vibração da corda em virtude de ser tensionada quando beliscada, percutida ou friccionada.

Assim, descende diretamente então da cítara do Renascimento, referida em Portugal, pela primeira vez, em 1521.

Mais remotamente, tem sua origem no cistro ou cítara medieval, na França e Itália.

Em outras palavras, dos salões da alta burguesia, transformou-se pelas mãos do povo, e não é coincidência a semelhança de sua sonoridade com o cavaquinho e o bandolim, tendo em vista as relações de suas origens.

O Trio

O Wallace Oliveira Trio foi criado, em 2017, com a proposta de explorar a sonoridade da guitarra portuguesa em novas abordagens musicais, para além do fado.

Somando três turnês por Portugal com a participação de artistas daquele país e sendo homenageados pelo Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo, os músicos apostam na diversidade de gêneros musicais, criando uma sonoridade que rompe fronteiras.

Com pré-lançamento na Casa de Portugal de São Paulo, o álbum Nova foi lançado durante as viagens por Portugal, entre 2017 e 2018, passando pelas cidades de Castelo Branco, Belmonte, Nazaré, Chamusca, Idanha-a-Nova.

Entre os artistas que participaram das apresentações estão a fadista Mara Pedro, Valéria Carvalho, Luiz Capão, Manuel João Ferreira, Joana Mello e os guitarristas Ricardo Gordo e Rui Poço. Em 2018, o trio participou da série Instrumental Sesc Brasil, projeto que divulga a música instrumental brasileira há mais de 20 anos, com show gravado para a SESC TV e transmitido ao vivo pela Internet.

Serviço

Show: Wallace Oliveira Trio – NOVA

Ingressos: Grátis – retirada 1h antes.

Duração: 60 min. Classificação: Livre.

Redes sociais: YouTube / Facebook – evento e perfil / Insta: @wallaceoliveiragp

Ouça o álbum Nova / wallaceoliveira.com.br

CCSP – Centro Cultural São Paulo

16 de agosto. Sexta, às 19h

Rua Vergueiro, 1000. Paraíso. Tel: (11) 3397-4002

Centro Cultural da Penha

21 de agosto. Quarta, às 20h

Largo do Rosário, 20 – Penha. Tel: (11) 2295-0401

CEU Butantã

23 de agosto. Sexta, às 20h

Av. Eng. Heitor Antônio Eiras Garcia, 1.870 – Jd. Esmeralda. Tel: (11) 3732-4550

Leia também:  Como manter o foco apesar dos problemas

Sonoridade da guitarra portuguesa em ritmos do Brasil

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here