Roberta Sá e Moisés Navarro no Palácio das Artes. Sempre antenado com os acontecimentos da Cidade, o cantor MOISÉS NAVARRO esteve sexta-feira (17/05), no Teatro Palácio das Artes (BH) para acompanhar de perto o show de Roberta Sá, que faz parte da turnê “Giro”.

Ao final da apresentação, Moisés Navarro esteve no camarim para dar um abraço na cantora e não poupou elogios.

Roberta Sá e Moisés Navarro no Palácio das Artes em BH

“Roberta Sá é uma grande cantora, jamais poderia deixar de prestigiar um espetáculo tão belo como este” disse o cantor.

Roberta Sá e Moisés Navarro no Palácio das Artes

Leia mais: Segundo WWF, Brasil seria o quarto maior produtor de lixo do mundo

Biografia:

oberta Sá nasceu em Natal, capital do Rio Grande do Norte. Na infância seus pais lhe apresentavam rock (Beatles e Jovem Guarda), MPB e músicas regionais. Aos 9 anos mudou-se para o Rio de Janeiro em virtude do segundo casamento de sua mãe. Com 18 anos fez intercâmbio em Missouri nos Estados Unidos onde estudou canto num coral durante um ano.

De volta ao Rio, fazia aulas de canto, enquanto cursava jornalismo e trabalhava como balconista. Em 2001 fez show de abertura para apresentação das bandas Liquidificalouca e Paula Leal e Os Infiéis, no Planetário da Gávea.

Em 2002, durante as férias da universidade, sua professora de canto Vera de Canto e Melo lhe recomendou que fizesse testes musicais e Roberta acabou entrando no programa de televisão Fama. O programa, que se pretendia uma academia de artistas, tradicionalmente moldava seus cantores num estilo americanizado, o que não agradava à jovem que foi eliminada na quarta semana. O grande legado do programa, segundo a própria cantora, foi a oportunidade de ela conhecer Felipe Abreu (irmão da cantora Fernanda Abreu), que se tornou seu preparador vocal e a incentivou a preparar um show — realizado no Mistura Fina alguns meses depois. Felipe indicou o músico Rodrigo Campello para produzir uma primeira “demo” da cantora, com o arranjador Paulo Malaguti. O trabalho chegou às mãos de Gilberto Braga, que a convidou para gravar “A Vizinha do Lado”, de Dorival Caymmi, como tema da novela “Celebridade”.

Roberta conheceu Rodrigo Campello, que se tornou seu produtor. Eles gravaram, sob encomenda de uma empresa, um álbum promocional intitulado “Sambas e Bossas”. Entre as gravações, alguns clássicos como “A Flor e o Espinho”, “Essa Moça tá Diferente” e “Chega de Saudade”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here