Navio da BYD chega ao Brasil pela primeira vez

0
359

Navio da BYD chega ao Brasil pela primeira vez.

Navio da BYD chega ao Brasil pela primeira vez e atraca no porto de Suape (PE)

A embarcação EXPLORER NO. 1 BYD atraca pela primeira vez em continente americano trazendo mais de 5 mil veículos elétricos e híbridos

Líder mundial em veículos de energia limpa, a greentech BYD dá mais um passo em direção à mobilidade verde global. Entregue em janeiro no porto de Yantai, na província de Shandong, na China, o EXPLORER NO.1 BYD, navio oficial da marca, atraca pela primeira vez no continente americano trazendo carros elétricos e híbridos para o país.

O navio que atracou nesta segunda-feira (27/05) no Porto de Suape (PE) tem capacidade para transportar até 7 mil veículos, mede 199,9 metros de comprimento e possui a mais moderna tecnologia de navegação. Essa foi apenas a segunda viagem do EXPLORER NO.1 BYD, que levou 27 dias da China até o Brasil e logo irá retornar ao país de origem. A embarcação também conta com 23 tripulantes, sendo a maioria deles da Bulgária.

Navio da BYD chega ao Brasil pela primeira vez.

“Nós acreditamos que é possível manter a sustentabilidade e a tecnologia em todas as nossas soluções de mobilidade verde e estamos cada vez mais comprometidos em contribuir para fortalecer a logística internacional ecológica e inteligente. E o Brasil é, sem dúvidas, uma de nossas maiores apostas, em todos os sentidos”, diz Tyler Li, presidente da BYD do Brasil.

Com a maior movimentação de carros da história do Porto do Suape de uma única vez, o navio trouxe 5.459 veículos para abastecer o mercado nacional, visando atender a alta demanda dos brasileiros pelos carros elétricos e híbridos da BYD. Apenas nos cinco primeiros meses do ano, a BYD já emplacou mais de 25,5 mil unidades, 43% a mais do que todos os emplacamentos de 2023 (17,9 mil).

Navio da BYD chega ao Brasil pela primeira vez.
EXPLORER N°1 BYD/ Foto: bera.digital

Em abril, a empresa se tornou a nona montadora a emplacar mais carros no país, no ranking geral entre todas as marcas de acordo com dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

Segundo Alexandre Baldy, conselheiro especial da BYD, “o Brasil hoje é o maior mercado para a BYD fora da Ásia. Por isso, a construção da nossa fábrica em Camaçari está em ritmo acelerado. No fim deste ano, começaremos a montar os carros na Bahia e a partir do ano que vem, a BYD vai produzir os carros mais eficientes e tecnológicos em solo nacional. O país, que tem uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo, tem todo potencial para se tornar um exemplo de eletrificação da frota e o nosso crescimento nas vendas mostra que o brasileiro está cada dia mais preocupado com uma mobilidade verde e sustentável.”

Líder de mercado também na China

A BYD também é líder absoluta de vendas no mercado automotivo chinês, superando até os carros a combustão. As vendas de automóveis de passageiros da BYD seguem em alta. Em abril, o crescimento foi de 49% em comparação ao mesmo período de 2023. Para se ter uma ideia, o aumento de vendas da BYD de 2020 a 2023 na China foi de 626,4%, subindo de 416.337 unidades para 3.024.417 de carros de passeio.

As exportações também estão em alta. No último ano, a BYD foi responsável por exportar 242.765 veículos, número que permitiu um crescimento anual de 334,2%. Já em vendas anuais total, a líder do setor atingiu mais de 3,02 milhões de unidades. Em escala industrial, está presente hoje em mais de 70 países e contribui com uma operação global de alto alcance e impacto.

SOBRE A BYD

Líder na comercialização de veículos elétricos no Brasil e consolidada na fabricação de tecnologia de energia solar, a BYD vem expandindo sua atuação no pais, desde sua chegada em 2013. Compromissada em cuidar do planeta e investir na transição energética sem emissão de poluentes, a empresa possui em solo nacional fábricas de montagem de chassis de ônibus 100% elétricos e de produção de módulos fotovoltaicos, ambas em Campinas (SP).

Tem também no Polo Industrial de Manaus (AM), uma unidade dedicada à produção de baterias de fosfato de ferro-lítio. Além disso, importa empilhadeiras, paleteiras, rebocadores e caminhões para o Brasil, todos 100% elétricos.

Em novembro de 2021, começou a comercialização de automóveis de passeio no país e já conta com diversos modelos e uma rede consolidada de concessionárias em operação. No ano passado deu inicio ao projeto para a construção do Complexo de Camaçari, na Bahia, onde vai instalar a primeira fábrica de carros fora da Ásia.

A companhia ainda é responsável por um projeto de SkyRail (monotrilho) na cidade de São Paulo (SP) (Linha 17 — Ouro do metrô). Eleita pela revista americana Times como uma das
100 empresas mais influentes do mundo, a BYD integra o Pacto Global das Nações Unidas (ONU), uma iniciativa que fornece diretrizes para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania, por meio de lideranças corporativas comprometidas e inovadoras.

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa 
Fotos: 
Divulgação /Acervo Pessoal

Edição: Redação Na Mídia
Então, não deixe de ler: Galinha Pintadinha é a artista infantil mais ouvida do Spotify

 

Alessandra tem passagens por alguns dos maiores veículos de comunicação do estado de São Paulo, como Editora Abril, Folha de São Paulo, Estadão, Diário do Grande ABC e Revista Livre Mercado. Colunista dos portais de notícias Tô na Band e São Paulo em Destaque e está à frente dos portais Economia SA, com foco em negócios, e Viajar SA. É sócia-diretora da Business Group Events, agência 360º, única no mercado que atende desde projetos para redes sociais e artistas até negociação de shows e eventos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui