Muito mais do que um club, D-EDGE Rio, Complexo Cultural

0
196

Muito mais do que um club, D-EDGE Rio, Complexo Cultural.

Neste sábado, 11, a partir das 23h, o D-EDGE inaugura seu complexo cultural no Rio de Janeiro. Sob o comando da DJ e produtora belga Charlotte de Witte — estrela internacional do techno e dona da gravadora KNTXT —, a Cidade Maravilhosa dá boas-vindas a um dos mais importantes clubes do Brasil.

Charlotte, inclusive, teve sua primeira gig no Brasil no D-EDGE de São Paulo, em noite de 2017 que contou ainda com Dubfire, Pan Pot, Renato Ratier e Marcio S.

Junto dela, na Pista 1, estarão Acid Asian, Etérica e Morgana. Assinada pelos núcleos locais 220v e Inception, a Pista 2 fica por conta de Alucas do Trópico Sul, Day9, Icehead e Limbo.

Muito mais do que um club, D-EDGE Rio, Complexo Cultural

Muito mais do que um club, D-EDGE Rio, Complexo Cultural

Mais do que um club, a instalação no Porto Maravilha (operação urbana na região portuária da capital) é um verdadeiro complexo de centros culturais: o Centro Cultural D-EDGE (CCD).

Implementado em um espaço urbano premium, projetado para a inovação e cultura, trata-se de um território aberto à arte e cooperação estratégica, onde a comunicação de novas ideias facilitará o desenvolvimento e a transformação de novos produtos e serviços para a cidade.

Exposições, palestras, lançamentos de produtos e painéis (de temas como inclusão e sustentabilidade) estão dentre as atividades previstas para o prédio — que foi construído no início do século XX, e tinha função de entreposto de mercadores na área portuária. Inaugurado junto com o Cais do Porto e seus armazéns, o local foi usado para o desembarque de escravos a partir de 1779.

O CCD, portanto, vai muito além da música, abraçando a educação, arte, cultura de rua, inclusão e diversidade para causar um profundo impacto positivo na cena noturna e cultural da capital fluminense. 

Arquitetura

Muito mais do que um club, D-EDGE Rio, Complexo Cultural O trabalho arquitetônico do Centro Cultural D-EDGE impressiona. Com uma área construída de 2.500m², o projeto incorpora mais de 2.000 metros de fitas de LED. Além disso, a complexidade do empreendimento é evidenciada pelos aproximadamente 35 km de cabos elétricos necessários para garantir seu funcionamento, juntamente com 1.250 pontos de luz.

Idealizado pelo DJ, produtor e empresário da economia criativa Renato Ratier (fundador e dono da marca D-EDGE) e com projeto arquitetônico da Suzana Margem de Almeida, o CCD mescla música, arte, moda, design e gastronomia em cinco andares — cada um representando um espaço diferente. São eles:

Galeria Cosmos (Pavilhão 1)

Muito mais do que um club, D-EDGE Rio, Complexo Cultural
Dedicada à arte contemporânea, com curadoria multidisciplinar, a Galeria Cosmos será um ponto de convergência para todas as linguagens contemporâneas, onde encontros e workshops sempre ocorrerão. Sua essência se baseia no fenômeno urbano criativo. 

Seu conceito é sustentado pelo significado de cidade, da palavra grega “polis”, como uma área cultural criada pelas pessoas. Seu caminho é o sentimento de movimento, de impulso.

No dia 11, já será possível visitar uma prévia da exposição inaugural, com obras de alguns artistas da Galeria Cosmos, entre eles, Diego Molina – Espanha, Felipe Scandelari 

Hudson Mello, Taly Cohen.  Arte contemporânea, instalações artísticas, pinturas, esculturas e fotografias vão inspirar os visitantes nesta experiência criativa.

A galeria, que ainda prevê a realização de desfiles, painéis e palestras, será inaugurada oficialmente em coquetel especial, até o fim do ano.

Loja Ratier & Cafeteria (Mezanino)

Agregando moda e design, a  loja  multimarcas  Ratier terá uma seleção de produtos da marca D-EDGE e peças exclusivas de moda Ratier e de parceiros. Além disso, o espaço contempla uma loja de discos com café.

Restaurante (Pavilhão 2)


Além do  café como  opção  gastronômica, o restaurante do CCD será mais uma atração para a vida diária de negócios, balada e turismo no Porto Maravilha. Localizado no centro  do  edifício, com arquitetura industrial contemporânea, o espaço vai oferecer um menu em sintonia com cada momento de sua operação.

A abertura está prevista para janeiro. Mais informações serão divulgadas em breve.

Lounge (Pista 2)


No mesmo andar do restaurante fica a Pista 2, que visa explorar diferentes vertentes musicais e valorizar os artistas locais. O ambiente contará com conforto, sofisticação, além de um bar para atender o público que escolher desfrutar deste lounge. A curadoria musical capitaneada por Ratier e Leo Janeiro chega para enriquecer a cena local já existente, buscando uma conexão autêntica com a diversidade sonora que caracteriza o Rio de Janeiro, algo que está intrinsecamente presente no DNA do D-EDGE. O CCD vai promover noites que não se limitam exclusivamente ao universo da música eletrônica.

D-EDGE (Pista 1) (Pavilhão 3 )

Localizada no terceiro andar e com capacidade para 800 pessoas, a pista principal do D-EDGE é o coração do prédio, e promete ser um divisor de águas para a cena carioca, trazendo o DNA inovador e futurista do clube. 

Seguindo a premissa já abordada pela equipe em São Paulo, na Cidade Maravilhosa o club também contará com programação semanal, explorando de forma dinâmica e democrática diferentes estilos musicais.O design é assinado por Muti Randolph, parceiro de longa data de Renato Ratier desde a concepção do D-EDGE Campo Grande. É ele o artista visual responsável pelo projeto com leds da casa noturna em São Paulo.

Muti tem em seu currículo trabalhos com grandes marcas e festivais ao redor do globo, como Coachella, São Paulo Fashion Week, Coca-Cola, DGTL, Fórmula 1, MTV e Galeria Melissa.

O soundsystem da pista principal foi desenvolvido pela KW Audio, de Nelson Stanisci, e reúne o que existe de mais moderno atualmente, podendo chegar a incríveis 147 decibéis de máxima pressão sonora.

Seu diferencial é o sistema Line Array de quatro vias, com subgraves com falante de 18 polegadas, médio-graves com falante de 12 polegadas, médios com falantes de 8 polegadas e agudos com drives de 3 polegadas. Esse sistema é fabricado na Itália, pela renomada B&C Speakers.

Rooftop 

Reunindo sofisticação, descontração e tendo como pano de fundo a deslumbrante vista da Baía de Guanabara (que também contempla o Museu do Amanhã e o Pier Maua com seu moderno terminal de recepção de cruzeiros, o último andar do Complexo contempla um terraço com aquele inigualável clima de pista de sunset. 

A capacidade é para 200 pessoas.

Serviço

D-EDGE Rio Opening with Charlotte de Witte
Local: Centro Cultural D-EDGE Rio – Av. Rodrigues Alves, 293 – Saúde, Rio de Janeiro – RJ, 20220-360
Data: 11/11 (sábado) – A partir das 23h
Atrações: Charlotte de Witte, Acid Asian, Etérica e Morgana (Pista 1); Alucas do Trópico Sul, Day9, Icehead e Limbo (Pista 2)
Ingressos: via Blue Ticket

Sobre o D-EDGE

O icônico D-EDGE é reconhecido mundialmente por seu conceito inovador e qualidade na experiência musical e visual. Seu premiado e sofisticado design alcançou um equilíbrio perfeito entre som, luz e ambiente. Cada detalhe é cuidadosamente pensado para intensificar a experiência sensorial do público.

Há 24 anos nascia o D-Edge em Campo Grande/MS, no ano de 2003 a casa noturna desbravou a região industrial da Barra Funda, em São Paulo, quando abriu suas portas na Rua Olga, sendo responsável pela transformação da região em um pólo de importantes clubes da cidade. 

As histórias do D-EDGE confundem-se com o advento da música eletrônica no país, com o movimento que retirou o estilo dos guetos e do meio underground e o levou ao mainstream.

Sobre Renato Ratier

Com mais de 28 anos de legado, Renato Ratier é uma figura central no desenvolvimento da cena de clubes no Brasil. Admirado por sua busca incessante por qualidade e profissionalismo, o DJ, produtor e empresário é mais conhecido por ser o criador do D-EDGE — um dos clubes mais importantes na história da música eletrônica global — e do  Surreal Park, superclub em Santa Catarina.

Agora, reflete seus princípios de paixão, dedicação, propósito e autenticidade no espaço multicultural Centro Cultural D-EDGE — espaço que mescla música, arte, moda, design e gastronomia em cinco andares.

>> Instagram @dedgeclubrio

Fonte: Claudê Lopes  |  @claudelopes70

#NaMidia #ClaudeLopes70 #RenatoRatier #DEDGERio

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui