Motoristas Mulheres por mais segurança no trânsito

0
147
Mulheres têm ganhado espaço como motoristas, por mais segurança no trânsito
Mulheres têm ganhado espaço como motoristas, por mais segurança no trânsito

Motoristas Mulheres por mais segurança no trânsito

É normal que as mulheres, principalmente as mães, sofram preconceito no ambiente profissional, precisando afirmar o seu espaço quase que a todo o momento.

No trânsito, a situação não é diferente. Quantas delas já cansaram de escutar a frase “mulher no volante, sai da frente. Tira o poste daí”. Mas ao contrário do que as piadas e comentários preconceituosos dizem, os números sobre o trânsito no Brasil revelam que as mulheres são muito habilidosas no volante.

Não se trata de falar em quem dirige melhor ou pior, mas sim de pensar na questão mulher, mãe e motorista profissional como uma nova forma de ascensão no mercado de trabalho. Em Nova Iguaçu, o app de transporte feminino Lady Driver já conta com mais de 9 mil mulheres cadastradas e atuantes na função de motorista.

Segundo a advogada e empresária Bianca Daher, muitas delas são mães e encontraram na profissão uma oportunidade de recomeçar, de empreender, visto que a renda de algumas chega a ultrapassar R$ 4 mil mensais dentro de uma proposta de horários flexíveis, enquanto outras para complementar a renda da família e até dirigir por satisfação pessoal.

“As mulheres passaram a ocupar o espaço de motorista, usando essa função para empreender. O feedback que temos de cada uma delas é muito positivo. Estamos falando de mães que se sentem mais confiáveis para oferecer o melhor às suas famílias, quando se assume a direção financeira, ou complementa-se a dos seus companheiros”, disse a empresária.

Ocupando espaços cada vez maiores

Com a consolidação da profissão de motorista de aplicativo particular, as mulheres, principalmente mães, estão superando os desafios e ocupando espaços cada vez maiores. É o caso da motorista Bárbara Brum, de 43 anos, que trabalhou durante muitos anos no ramo farmacêutico e foi dispensada sem recebimentos quando estava com 7 meses de gravidez.

“Vivi uma fase muito difícil, tive minha filha e logo em seguida vi que precisava voltar a trabalhar. Hoje sou Terapeuta Integrativa por formação e motorista de aplicativo. A Lady me deixa mais segura para desempenhar essa função. Eu ouço das passageiras que o sentimento é o mesmo e poder organizar meus horários para estar com minha família, compensa demais. Meu faturamento hoje gira em torno de R$ 500 a R$ 1 mil por semana”, contou a motorista.

O aplicativo Lady Driver, plataforma de transporte exclusiva para mulheres, tem sido utilizado por muitas “mãetoristas”, que buscam segurança e praticidade para atuar na profissão, além de ser o único autorizado no Brasil a transportar menores de idade sozinhos.

Mulheres são mais seguras no trânsito

São elas as mais seguras e prudentes que os homens quando se fala em direção. O assunto vai de encontro à temática do mês: Maio Amarelo, mês da conscientização da população contra os perigos de acidentes no trânsito. Os últimos dados são de 2022, de uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), que aponta que 92% dos acidentes de trânsito foram causados por homens, depois de terem ingerido bebidas alcoólicas. Em contrapartida, os acidentes causados pelas mulheres, também pelo mesmo motivo, representam apenas 10%.

Outro dado que revela uma maior prudência feminina no trânsito, desta vez segundo a PRF, em relação aos acidentes de trânsito, a PRF constatou em 2022 que dos 99.311 acidentes registrados, apenas 12% envolviam mulheres, cerca de 11.480 contra 87.831 envolvendo os homens, 88% do total.

Algumas estatísticas também afirmam que as mulheres possuem menos multas que os homens, por conta da direção segura de muitas mulheres.

 

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa
Fotos: 
Divulgação  

Edição: Redação Na Mídia
Então, não deixe de ler: Galinha Pintadinha é a artista infantil mais ouvida do Spotify

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui