Jovem brasileira recebe prêmio na Itália. A saber,  Carmencita Tonelini Pereira é uma jovem estudante brasileira de doutorado em Metodologias e Técnicas Apropriadas em Cooperação Internacional para o Desenvolvimento da CeTAmb (Universidade de Brescia). Assim,  foi agraciada com o prêmio “Conexão Itália Brasil”, por seu empenho na área de “Lavagem na Escola 36 ”Projeto de cooperação internacional realizado pela Fundação Sipec, Acque Bresciane, CeTAmb e diversos parceiros brasileiros.

O Prémio, estabelecido em Brescia, é fruto do empenho de um grupo de empreendedores, italianos e brasileiros, no sentido de tentar extrair os estereótipos ainda presentes tanto  na Itália como no Brasil. O objetivo desta premiação é conhecer, tanto na Itália, como no Brasil, novos talentos e projetos inéditos fora de suas fronteiras nacionais. A idealização de criar  uma oportunidade de encontro, um veículo de colaboração. As candidaturas respondem ao critério de reconhecer o esforço daqueles que, graças ao seu trabalho, têm apoiado os princípios fundamentais e constitutivos da Conexão Itália-Brasil.

Jovem brasileira recebe prêmio na Itália
A jovem Carmencita Tonelini Pereira é  Pesidente do Instituto 4 Elementos desde 2007, onde desenvolve projetos voltados ao tema WASH (água, saneamento e higiene) nas escolas englobando os objetivos de Desenvolvimento Sustentável (OSS). Foi diretora de projetos, pesquisa e meio ambiente na Associação Viva Anápolis (2006/7).
Recebeu duas Menções Honrosas do Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Cidadania (IIDAC/UNV) por projetos realizados nos anos de 2006 a 2010, por serem replicáveis nas comunidades.
Graduada em Ciências Biológicas (UEG), especialista em Tratamento e Disposição Final de Resíduos Sólidos e Líquidos (UFG). Mestre em Ciências e Tecnologia para o Ambiente e Territorio (UNIMIB- Italia) e phd em engenharia ambiental para a cooperação internacional.
Realiza consultoria ambiental e minicurso nas áreas: água, educação ambiental, resíduos.
Foi assessora de Avaliação Institucional na Universidade Estadual de Goiás de 2003 a 2010 e professora de Biologia de 2010 a 2012. Realizou palestras nas faculdades UniEvangélica, PUC, UFG, UEG, Universidade de Pavia e Universidade de Brescia. Tem experiência em informática, terapias holísticas e música.
Jovem brasileira recebe prêmio na Itália
Sandra Bandeira é escritora e idealizadora do projeto ladeada pela homenageada Carmencita Tonelini Pereira.
Jovem brasileira recebe prêmio na Itália
A ideia e  a idealização da premiação , ficou por conta da coordenadora do grupo é da escritora Sandra Bandeira Nolli que desde 2009, até no campo universitário, tem conseguido verificar sobre si mesma quantos e arraigados são os preconceitos para com quem vem de uma realidade distante .
Assim nasceu a Ponte Cultural, primeiro no Brasil em 2010, e depois, a partir de 2013 também na Itália. Com a intenção de devolver à Itália e ao Brasil uma imagem verdadeira, livre de preconceitos, estereótipos e inferências. A ponte destinava-se principalmente aos italianos: havia o desejo de fazer compreender esta parte do oceano o valor extraordinário, os laços profundos, as raízes que unem tantos brasileiros à Itália, pátria de seus compatriotas.

O projeto “Lavar na Escola 36”, com duração de três anos, foi criado para melhorar as condições de saúde e higiene em 36 escolas municipais de Anápolis (Brasil).

Jovem brasileira recebe prêmio na Itália
Jovem brasileira recebe prêmio na Itália

Uma ponte entre Brescia e o Brasil em nome de um recurso escasso e estratégico como a água; 25% da população mundial já se encontra em situação de estresse hídrico, ou seja, com dificuldade concreta – senão impossibilidade – de usar água de qualidade. Isso apesar do fato de que a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou o acesso à água limpa e segura um direito essencial para a vida e a dignidade humana desde 2010.

O primeiro projeto “Wash” teve seu lançamento em 2018 pela Fundação Sipec e CeTAmb LAB com divisão em várias etapas. O elo entre a área de Brescia e o Brasil foi imediatamente Carmencita Tonelini, que na Universidade de Brescia cursou o Doutorado em Engenharia em Metodologias e Técnicas Apropriadas em Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (DICACIM) no CeTAmb LAB e é presidente da ONG 4 Elementos.

Jovem brasileira recebe prêmio na Itália

Assim, graças à Fundação Sipec, a jovem criou um sistema de tratamento de esgoto em uma escola rural de Anápolis, onde surgiu uma grave contaminação da água por Escherichia coli. Portanto, a escolha recaiu sobre uma bacia de evapotranspiração, um tanque impermeabilizado que representa uma tecnologia ecológica e de baixo custo. Dessa forma, o sistema permite tratar águas residuais, reciclar água e, graças às bactérias “boas”, produzir micronutrientes para as plantas que crescem por cima do tanque. Neste caso as bananeiras que também produzem alimentos.

No biênio 2018/2019, o projeto Wash envolveu 12 escolas em Anápolis e as últimas análises mostram que a contaminação, que no início do projeto atingia 58% dos locais, desapareceu.

Nas próximas etapas, Acque Bresciane se comprometerá a financiar o trabalho de um educador ambiental. Assim, na ação educativa das crianças por meio de três histórias em quadrinhos (sobre os temas: água, lixo e higiene) e outros materiais. Também, no fornecimento de dispensadores e sabonete, mas também na área técnica. Isto é, através da criação de um aplicativo que permite monitorar o sistema de gerenciamento de filtros.

Apoio

Com a Fundação Sipec, Acque Bresciane vai trabalhar a reabilitação de três nascentes. Ou seja, realizando um estudo de viabilidade, uma campanha de sensibilização e plantação de 1.500 árvores. Assim como a criação de material de vídeo. A Fundação Sipec também cuidará da publicação final do projeto.

“O precioso apoio de Acque Bresciane ao projeto WASH in School – comentou Carmencita Tonelini – terá um impacto positivo, pois será possível replicá-lo em 36 escolas em 3 anos. E desenvolveremos boas práticas educacionais, visando o fornecimento de água tratada. Além de melhorar as condições de vida dos alunos e melhorar as condições de infraestrutura de saneamento básico. Por fim, isso fará a diferença para mais de 15 mil crianças ”.

 

 

 

Fotos: Acervo pessoal
FonteCosta Consulting CO – Brasília -DF
Edição: Redação
Então, não deixe de lerhttps://namidia.com.br/fancy-food-show-2021-em-nova-iorque/
Do mesmo modo, veja ainda nosso ebook: Um corpo bonito é essencial
Conhece a loja do Na Mídia? Clique aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui