HOTEL TENNESSEE encenado em casarão restaurado

As cenas escolhidas para compor o Hotel Tennessee foram retiradas de peças curtas estudadas no período de dois anos pelo grupo de estudos aprofundados de Tennessee Willians do Grupo Tapa.

0

HOTEL TENNESSEE encenado na Casa Don’Anna

Peça é encenada em casarão restaurado dos Campos Elísios que abriga o hipotético Hotel Tennessee com hóspedes que habitam os clássicos de Tennessee Williams

Livremente baseado em 12 peças de Tennessee Williams

As cenas escolhidas para compor o Hotel Tennessee foram retiradas de peças curtas estudadas no período de dois anos pelo grupo de estudos aprofundados de Tennessee Willians do Grupo Tapa.

Hotel Tennessee estreou em 10/08, uma peça para o público interagir com personagens criados pelo dramaturgo e escritor norte-americano Tennessee Williams.

Um espetáculo interativo, imersivo e itinerante com cenas de trechos curtos de 12 peças do autor que ocorrem simultaneamente.

Se passam no lobby, salas e quartos da Casa Don’Anna, encravada na Rua Guaianazes, 1149, em São Paulo

As peças curtas de Tennessee escolhidas para esta montagem retratam o mesmo “tipo” de ser humano.

Se referem aos seres incompreendidos, renegados, marginalizados, e que por muitas vezes sofrem preconceito e abuso da sociedade por não se enquadrarem nos padrões estabelecidos, restando a eles vagarem na busca por um lugar de pertencimento.

Por que montar peças curtas e esquecidas, peças escritas nos anos 1930 e 1940, antes do dramaturgo encontrar a sua glória?

HOTEL TENNESSEE encenado em casarão restaurado

“Falaríamos que Tennessee foi um grande escritor, dramaturgo, poeta e romancista que soube colocar no papel a dor da alma humana dos pobres de espírito e dos derrotados.

Ele deu voz a todos os incompreendidos, aos marginalizados, às minorias, os sem voz, sem lugar de fala.

A todos os esquecidos da sociedade e do bem-estar social das democracias capitalistas”, diz Brian.

“Vivemos hoje no Brasil uma situação muito parecida a da América nos anos 1930 e 1940, entre a Grande Recessão, de 1929 e a II Guerra Mundial.

Estamos vivendo uma brutal recessão, onde uma parcela significativa da população passa pelas mesmas privações, inconformidades e incompreensão’, acrescenta Ross.

A proposta deste pout-pourri de Tennesse Willians permite que o público retorne ao “Hotel” mais vezes para conhecer os outros desfechos das cenas.

Pagando meia-entrada mediante a apresentação do primeiro ingresso, e assim vivenciar diferentes personagens.

HOTEL TENNESSEE encenado em casarão restaurado

Um Portal de entrada nos anos 1930/1940

Há algo em comum entre uma mansão nos Campos Elísios, em São Paulo, e um hotel no French Quarter, em Nova Orleans?

Construções magníficas feitas de encomenda por uma elite endinheirada de uma época áurea.

Lá por conta do algodão e aqui, pelo café, que entraram em declínio com a decadência dessas monoculturas.

Em sua vida Williams morou em pensões e hotéis, até morrer por asfixia, engasgado pela tampa de um colírio, em 1983, no seu quarto no Hotel Elysee, em NYork.

Casa Don’Anna

Rua Guaianazes, 1149, Campos Elísios, São Paulo, SP

Tel: 11- 99233 9343

Quinta às: 20h; Sexta, às 21h  e sábados às 19h e 21h / Domingo, às 17h30 e

19h30.

Preços: R$ 30,00 inteira e R$ 15,00 meia

Temporada até 30/9

Gênero: Comédia Dramática

Capacidade: 25 pessoas por ambiente

Duração – 75 minutos

 

Casa Don’Anna 

O casarão na esquina da Rua Guaianases com a Alameda Nothmann, em Campos Elísios, foi inaugurado em setembro de 2017.

O proprietário, que recebeu a casa há dois anos, batizou o local de Casa Don’Anna em homenagem à sua avó Anna Silva Telles, primeira moradora do imóvel.

O casarão é alugado para eventos e tem espaço de coworking; o porão abriga o Café Paulista.

O quintal, batizado de Jardim das Orquídeas,  é um ponto de encontro para amantes da planta.

Construída em 1912 com projeto do escritório de Ramos de Azevedo, a Casa foi tombada pelo Estado em 2013.

Leia também: Leticia Birkheuer e André di Mauro em Mercado Amoroso

 

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here