Encontro especial sobre as mães judias

Uma conversa divertida com três mulheres influentes, de  áreas distintas e  com personalidades diferentes, mas com algo em comum: todas são mães judias.

0
365

Encontro especial sobre as mães judias.

Grupo ELF reuniu Becky KorichMariana Gottfried  e Natalie Klein  para um encontro especial sobre as mães judias

O Grupo de Empoderamento e Liderança Feminina  (ELF) da FISESP,  realizou no mês de maio, na sede da Federação Israelita,  uma conversa divertida com três mulheres influentes, de  áreas distintas e  com personalidades diferentes, mas com algo em comum: todas são mães judias.

O animado encontro que lotou a plenária da Fisesp contou com a participação de Becky Korich  escritora, advogada, colunista da Folha de SP  e autora do livro Caos e Amor;     Mariana Gottfried educadora, consultora, idealizadora e diretora do canal de Youtube Bekol  e      Natalie Klein  empresária, ativista e uma das criadoras do movimento Pin for Peace.

Becky conduziu a discussão bem humorada  e reflexiva na qual elas exploraram os laços familiares, o humor característico e os desafios únicos que só quem é ou tem uma mãe judia pode entender, explorando a força e a resiliência das mães judias , os estereótipos, a visão humanista e em muitos casos a superproteção.

Mãe de três meninos, ela relatou como faz um esforço diário para não sufocar os filhos, mesmo com um deles morando fora do país. Ela também abordou o estereótipo da mãe judia  e de como  mesmo tentando fugir deles, mas mesmo algumas características permanecem, como o controle e o drama.

Encontro especial sobre as mães judias

Encontro especial sobre as mães judias

Mariana falou sobre como vê a questão do estereótipo da mãe judia como algo a ser analisado para entender o que está por trás da mensagem. Assim,  ressignificando valores e princípios judaicos. Ela emocionou o público presente ao relatar o turbilhão de emoções  que sentiu quando um de seus três filhos. Ou seja, o único que mora em Israel,  foi chamado para combater contra o Hamas, após os ataques de 07 de outubro. Igualmente, deu detalhes de como concilia a maternidade com os princípios judaicos.

Já Natallie  contou como faz para estar presente na vida de seus dos filhos, mesmo com sua agenda “caótica” e de como se identificou com as outras mães. “Apesar de sermos muito diferentes, passamos pelas mesmas dores e delícias.  Assim, sou uma mãe absolutamente como qualquer outra mãe. Isto é,  que ama muito os filhos e é capaz de fazer qualquer loucura para  os proteger e para dar amor”.

Então, ela também aproveitou a oportunidade para dar detalhes e distribuir os pins do movimento #PinforPeace, pela paz. Assim como, contra o terrorismo e o antissemitismo e pediu o engajamento de todos na campanha.

Miriam Vasserman

Vice-presidente da Fisesp, aproveitou a oportunidade para contar um pouco sobre a Campanha do Dia das Mães que está sendo feita para o Dia das Mães.

O Grupo ELF

Está oferecendo um lindo cartão  virtual para o Dia das Mães, pelo valor de R$ 90,00,  com renda  revertida para as famílias dos reféns do Hamas, por meio da organização Bring them Home Now e do Fórum das Famílias.  Ele  traz uma ilustração  feita pela israelense  Noa Kelner, , cofundadora e diretora artística do Jerusalem’s Outline Festival. Sua obra  revela o papel e a força da mulher e da mãe, em sua missão de proteger a família e manter distante o terror do inimigo. A imagem foi  exposta na mostra “ Unindo Vozes Contra a Violência de Gênero”, que agora está em cartaz na OAB em Brasília.

O link para doação é : https://elf.ong.br/projetos/dia-das-maes/

 

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa
Fotos: 
Divulgação 

Edição: Redação Na Mídia
Então, não deixe de ler
Galinha Pintadinha é a artista infantil mais ouvida do Spotify

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui