Com quase 80 anos, Regina Gutman volta aos palcos

0
258
Fotografia Aline Müller
Fotografia Aline Müller

Com quase 80 anos, Regina Gutman volta aos palcos.

Monólogo fica em cartaz durante os finais de semana de agosto no Teatro Dulcina

Com texto e interpretação de Regina Gutman, que volta aos palcos aos 79 anos, o Teatro Dulcina, no Centro do Rio de Janeiro, recebe o monólogo “Instruções para descer uma escada”. A peça, que tem direção de Sidnei Cruz, estreia dia 04 de agosto – com apresentações às sextas, sábados e domingos ao longo de todo mês – e fala sobre a beleza, a fragilidade e a potência do envelhecer. O texto é baseado nos escritos da atriz registrados em seu caderno de anotações durante a pandemia, no qual a memória e a ficção se fundem a citações livres e vivências artísticas com a dança, teatro, cinema, poesia, filosofia e literatura. 

Em contraponto ao corpo frágil, assumindo planos e posições desafiadoras para uma pessoa da sua idade, a atriz coloca em cheque o etarismo; preconceito relacionado à idade. A presença ativa de Regina Gutman no palco, se desdobrando em facetas, confirma o aforismo de Antônio Negri, citado em uma das cenas: “a velhice não é uma aproximação da morte, mas sim um gozo diferente da vida, de todos os pontos de vista”.

O espetáculo, um delicado solo portátil, propõe uma atmosfera íntima e envolvente entre palco e plateia, criando uma cumplicidade de segredos compartilhados pela atriz octogenária. O texto reúne fragmentos de livros, autores e artistas que influenciaram a atriz ao longo da vida e de mais de 60 anos de carreira. Entre eles, o miniconto de Julio Cortázar, publicado no livro “Histórias de Cronópios e Famas”, que inspirou o nome do espetáculo. 

Com quase 80 anos, Regina Gutman volta aos palcos

Com quase 80 anos, Regina Gutman volta aos palcos
Fotografia Aline Müller

Nos últimos anos, Regina realizou diversos trabalhos e participações no cinema, TV e em webséries, como o Porta dos Fundos, mas desde 2016 não atuava no teatro. O retorno aos palcos no pós-pandemia é uma conquista especial para a atriz. “Se não fosse a arte, que sob várias e criativas formas foi possível fazer nesse trágico período, não teríamos sobrevivido. Mas a alegria de estar no teatro de novo, foi, é e sempre será única”, diz Regina.

Sinopse

Em meio à rotina de aprendizado do violino, uma atriz octogenária mergulha nas lembranças e mitologias pessoais, trazendo à tona seu desejo de viver e o amor pelas artes. No entanto, a indiferença da vizinhança aos seus shows quase particulares aflora sentimentos desafiadores, agravados pelo isolamento pandêmico. Com leveza e bom-humor, somos convidados a acompanhar a jornada de Regina Gutman interpretando a si mesma em busca da poética da longevidade e outros sentidos para a existência.

Sobre Regina

Regina Gutman nasceu no Rio de Janeiro em janeiro de 1944. Foi aluna das Escolas de Teatro UNIRIO (1997) e Martins Penna (1978). Além de atriz, é palhaça, iogue e estudante de violino. Em seus quase 60 anos de carreira, coleciona muitas obras e títulos como o prêmio de melhor atriz no Festival Curta Taquary (2018) pelo curta metragem Só Por Hoje, além de trabalho no grupo Mergulho no Trágico (1987-1995), que rendeu um Prêmio Shell na Categoria Especial, participação em vários episódios da websérie Porta dos Fundos (2013-2016), a personagem Isabel na novela Pega-Pega na TV Globo (2017-2018), entre outros. Entre os trabalhos mais recentes está a participação na série Histórias Impossíveis, que estreia este ano na TV Globo.

Sobre Sidnei

Bacharel em Teatro, MBA em Gestão Cultural e Mestre em Bens Culturais. Concluindo doutorado em Artes da Cena (UFRJ). Criador do projeto Palco Giratório. É responsável pela dramaturgia do espetáculo “Guerras”, solo de José Karini, direção de Renato Carrera (CCBB-RJ\2023). Dirigiu diversos espetáculos, entre os mais recentes: Cão chupando manga (2022), Pouco Amor não é Amor, de Nelson Rodrigues (2019) e Berenguendém, um manifesto (2018), Respire, de Marcelino Freire (2018, Aracajú/SE).

Serviço

Espetáculo “Instruções para descer uma escada”

De 04 a 27 de agosto de 2023 (sextas e sábados, às 19h e domingos às 18h)

Local: Teatro Dulcina (Rua Alcindo Guanabara 17, Centro – Rio de Janeiro)

Duração: 50 minutos

Classificação etária: Livre

Ingresso: R$ 40 inteira e R$ 20 meia

Vendas online pelo Sympla 

Instagram: @instrucoesparadescerumaescada_

Facebook: @instrucoesparadescerumaescada

 

Ficha técnica

 

Texto e interpretação: Regina Gutman 

Concepção, roteiro e direção: Sidnei Cruz

Direção de arte (figurino, cenário e adereços): Patrícia Muniz

Estagiária de figurino e cenário: Maddu Costa

Iluminação: Anna Padilha e Sidnei Cruz 

Preparação vocal: Nina wirtti

Preparação corporal: Marília Felippe 

Preparação de violino: Alexandre Schubert 

Fotografia: Aline Müller 

Visagismo: Danielle Pach

Programação visual: Thiago Sacramento 

Assessoria de Imprensa: Daniella Fernandes 

Assistente de produção e direção: Jean Fontes

Montagem e operação de luz: Ivam Cruz

Direção de palco: Hélio Rosa Filho

Produtora Executiva: Isabel Braga

Diretora de Produção: Maria Alice Silvério

Direção Geral: Sidnei Cruz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui