Colecionadores de Cachoeiras

O que faz uma pessoa acordar de madrugada e caminhar quilômetros em busca de cachoeiras?

0
2598

Colecionadores de Cachoeiras.

Desbravadores de paraísos naturais escondidos!

O que faz uma pessoa acordar de madrugada e caminhar quilômetros em busca de cachoeiras?Encarar o frio, a neblina ou a garoa, entrar na mata fechada e ir seguindo os rios, enfrentando a água gelada, as pedras lisas, ou subindo e descendo penhascos tantas vezes for preciso, sem contar os espinhos, as taquaras e cipós. 

Mesmo quando as pernas já não obedecem, a alma aventureira faz seguir adiante, até chegar naquela cachoeira incrível, que sempre faz suspirar. Seja grande ou pequena, todas tem sua própria magia, sua beleza, sua energia. Um quadro perfeito da natureza, para ser registrado na alma e na fotografia. É uma sensação única, que acalma a alma. Só quem faz isso, sabe explicar.

Quanto maior é o desafio, maior é a sensação de vitória, de felicidade, pura e simples! São loucos sim, loucos por natureza, por paraísos escondidos, pouco ou não conhecidos.

Desbravadores de paraísos naturais escondidos!

Sobre Marisa Maria Razzia

A colecionadora de cachoeiras, Marisa Maria Razzia,  já possui mais de 1210 registradas, além de belas paisagens nos caminhos, lugares incríveis, muita energia, amizades feitas, histórias compartilhadas e memórias construídas! Foi criada no interior, sempre explorando as matas e riachos, procurando aprender tudo que lhe era ensinado e também pesquisar, investigar, respeitar a natureza, plantar e cuidar do meio ambiente. Faz muitas trilhas a pé, em busca de cachoeiras, que é a sua maior paixão, fotografando na câmera e na alma.

Há sempre pessoas de alma aventureira como Marisa, parceria perfeita para se embrenhar na floresta e descobrir seus tesouros! Além do Eduardo, que o tem como parceiro em seu grupo, Pé no Mato: trilhas e cachoeiras e também outros aventureiros que compartilham desse mesmo prazer por explorar e conhecer quedas d’água.

Colecionadores de Cachoeiras

Para aprimoramento do seu trabalho e também tornar mais seguras essas andanças, Marisa fez curso de Guia de Turismo, Condutor em Áreas Naturais, Primeiros Socorros em Áreas Remotas, Especialização em Áreas Naturais e também o de Fotografia digital.  A importância em explorar e registrar as cachoeiras e outras belezas naturais, além da satisfação pessoal, é mostrar a todos, através da fotografia, que há muitos tesouros naturais, o que pode ser um grande aliado no desenvolvimento de um Turismo responsável, de geração de renda e principalmente, de reconexão homem/natureza! 

Marisa acredita de que só haverá mais cuidado com o meio ambiente e a toda forma de vida, se houver conhecimento, integração e conexão. “Ninguém ama aquilo que não conhece e não preserva aquilo que não ama. É preciso que o homem reencontre sua verdadeira essência, se sinta parte da natureza, perceba a teia da vida, do qual faz parte. O som da água, o cheiro e frescor da mata, a energia pura e simples, ingredientes para renovar a energia e melhorar a saúde física, mental e espiritual!” completa Marisa.

Desbravadores de paraísos naturais escondidos!

Sobre Eduardo Zortéa

Eduardo Zortéa, atualmente, está terminando de cursar o curso Técnico em Agropecuária. No ano de 2024, almeja ingressar em uma faculdade de geologia, pois a geologia representa uma oportunidade única de aprofundar seus conhecimentos sobre a dinâmica do planeta, seus processos geológicos e o fascinante mundo das águas.

Desde jovem, Zortéa sempre esteve conectado com o ambiente natural, desbravando os campos e apreciando a beleza das paisagens. Nos dias de hoje, a prática de conhecer locais novos e ainda nunca antes explorados é um aprendizado muito grande, pois além de passar por grandes aventuras e emoções nas jornadas, buscando compreender o real significado da palavra viver. A contemplação de paisagens intocadas e a convivência com ambientes naturais preservados são aspectos que atraem aventureiros.

Conhecer locais novos lhe proporciona uma sensação de alegria, curiosidade, empolgação e o mais importante, conexão divina com a natureza. A energia que as águas transmitem é muito gratificante, além de proporcionar um equilíbrio entre os chakras do nosso corpo, ajuda a alimentar a alma interior com boas energias.

Colecionadores de Cachoeiras

 

 

 

Fonte: Divulgação 
Fotos: Divulgação / Eduardo Zortéa / Mariza Maria Razzia
Leia ainda: https://namidia.com.br/aprimorando-inovacoes-tecnologicas-na-melhor-escola-do-mundo-harvard/

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui