Bruno Gagliasso fala para Casa Vogue Experience

Bruno Gagliasso fala sobre sustentabilidade na arquitetura no Casa Vogue Experience

0
1003

Nesta sexta, dia 20, o ator Bruno Gagliasso participou de um bate papo exclusivo no Casa Vogue Experience, evento da Casa Vogue que transporta todo o lifestyle da revista para uma casa real.

Durante o evento, o ator contou aos visitantes e a Taissa Buescu, diretora de redação da Casa Vogue, sobre a importância da sustentabilidade na arquitetura em um projeto pessoal e de que forma ja é possível tornar o dia a dia mais sustentável com as tecnologias existentes.

Além dele, participaram do bate papo comandado por Taissa Buescu o arquiteto Duda Porto e o empresário Joao Marcello Gomes Pinto.

No mesmo dia, a jornalista Victoria Ceridono, da revista Glamour, falou no evento sobre dicas de beleza e foi prestigiada pela influenciadora digital Paula Martins

 

Sobre Bruno Gagliasso

Começou a carreira ainda criança, em 1990, fazendo figuração em novelas da Rede Globo.[2] Em 1999 participou do episódio “Papai é Gay!”, do programa Você Decide. No ano seguinte, fez uma pequena participação na temporada de 2000 do seriado adolescente Malhação, cujos protagonistas foram vividos por Ludmila Dayer e Fábio Azevedo. Depois, transferiu-se para o SBT, onde despontou em sua primeira atuação mais expressiva em uma novela, quando participou de Chiquititas.

Em 2001 assinou contrato com a Globo, emissora pela qual permanece contratado até os dias atuais, para integrar o elenco da novela As Filhas da Mãe, como Artur, filho da personagem Rosalva, de Regina Casé.[3]

2003-2006: CelebridadeAmérica e Sinhá Moça[editar | editar código-fonte]

Em 2003 interpretou o jovem Caetano, da minissérie A Casa das Sete Mulheres, personagem que existiu na vida real e era filho de Bento Gonçalves, herói da Revolução Farroupilha, que na produção foi vivido por Werner Schünemann. Seu desempenho chamou a atenção dos diretores do canal e lhe rendeu um papel de destaque na novela Celebridade. Na trama, encarnou o problemático Inácio, garoto que sofre rejeição e maus tratos da própria mãe, vivida por Deborah Evelyn, que o culpa pela morte de seu irmão. Com esse trabalho, firmou-se ainda mais na profissão e consagrou-se como um dos principais nomes da Globo, recebendo muitos elogios da crítica especializada.

Em 2005 assumiu o papel polêmico de um homossexual na novela América. Na obra, Júnior envolvia-se amorosamente com um funcionário da fazenda da própria mãe, interpretado pelo ator Erom Cordeiro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui