Ato “Com Israel contra o Terrorismo”

Mais de três mil pessoas participaram nesta terça-feira, 10 de outubro  do ato "Com Israel contra o Terrorismo” realizado pela Federação Israelita do Estado de São Paulo

0
187

Ato “Com Israel contra o Terrorismo”.

Mais de três mil pessoas participam do Ato “Com Israel contra o Terrorismo” realizado pela Federação Israelita do Estado de São Paulo na Praça Centenário de Israel

Mais de três mil pessoas participaram nesta terça-feira, 10 de outubro  do ato “Com Israel contra o Terrorismo” realizado pela Federação Israelita do Estado de São Paulo, que lotou a Praça Centenário de Israel de pessoas vestidas de azul e branco e portando bandeiras de Israel.

O evento teve como objetivo expressar solidariedade a Israel e condenar veementemente o terrorismo, além de promover a paz e a unidade entre as comunidades judaicas e a sociedade em geral.

Ato "Com Israel contra o Terrorismo”
Fotos: Divulgação / Flavio Mello

Foram ouvidas falas do presidente da Federação Israelita de São Paulo, Marcos Knobel, do presidente do Fundo Comunitário, Rafi Nasser e dos jovens Nicolas Levy e Ariel Fogelman, soldados das forças de segurança israelense e de Tiago Bisker representando a juventude paulista. As israelenses Ayelet Vardi e Esthela Schor também deram depoimentos emocionados relatando o sentimento de tristeza, desolação e sofrimento que estão sendo vivenciados pela população israelense por conta desse ato terrorista de proporções inimagináveis perpetrado pelo grupo terrorista Hamas. 

Ato "Com Israel contra o Terrorismo”
Fotos: Divulgação / Flavio Mello

Ato “Com Israel contra o Terrorismo”

“Queremos prestar apoio ao Estado de Israel. Um Estado que teve sua soberania invadida por terroristas do grupo Hamas. Um ato para mostrar a união da comunidade judaica, não somente da comunidade judaica, mas a união de todos que prezam por Israel e que prezam também pela paz.”, enfatizou o  presidente da Federação Israelita do Estado de São Paulo, Marcos Knobel.

Ato "Com Israel contra o Terrorismo”
Fotos: Divulgação / Flavio Mello

“A principal mensagem da nossa manifestação é a solidariedade a Israel. É um ato de basta ao terrorismo e de solidariedade aos irmãos que estão em Israel,  bem como o direito do país se defender. Queremos  que Israel viva em paz. Agora, com o Hamas do outro lado é impossível isso acontecer, isso já está demonstrado há muito tempo. O que o Hamas fez agora mostra que ele não tem interesse em dois Estados. Ou seja, não tem interesse em diálogo”, destacou o presidente-executivo da Federação Israelita do Estado de São Paulo, Ricardo Berkiensztat.

Fotos: Divulgação / Flavio Mello

Os brasileiros Ranani Glezer e Bruna Raleanu, que foram mortos pelo Hamas, receberam homenagens com um minuto de silencio. Assim, o ato teve sua finalização junto  a comunidade judaica unida e cantando em coro  com a cantora Fortuna o Hatikvá, o Hino de Israel.

 

 

 

 

Fotos: Divulgação / Flavio Mello
Fonte: Liane Gotlib Zaidler
Leia ainda:Eduardo Kobra inaugura mural no Walt Disney

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui