Aplicações da tecnologia RFID no comércio e na indústria?

0
55
tecnologia RDIF

Fazer uma gestão de estoque eficiente e consolidar estratégias que consigam lidar com a identificação de alguns itens pode ser importante para o comércio e para a indústria. Por isso, a tecnologia RFID pode ajudar bastante em todos esses processos.

A identificação de um determinado produto em um depósito gigante pode ser um grande desafio na hora de otimizar uma venda ou efetuar qualquer demanda produtiva e logística em uma empresa.

A adoção de catálogos, organização por setores e outros elementos podem ajudar bastante na acomodação desses produtos, mas é preciso tomar alguns cuidados, uma vez que qualquer erro pode levar a algum nível de perecimento de materiais importantes.

Por essa razão, a tecnologia RFID é bastante difundida dentro desses espaços. Sua capacidade de lidar com radiofrequência consegue determinar de forma bastante objetiva as dinâmicas dentro de um processo de localização de produtos.

Além disso, essas tecnologias ganharam força nos mais variados contextos de interação. Afinal de contas, da aviação ao rastreamento de objetos, esse tipo de material é utilizado para melhorar ainda mais a localização.

Logicamente, hoje em dia, por conta dos satélites e da geolocalização digital, muitos desses elementos perderam força, mas, em termos mais objetivos, a tecnologia RFID continua sendo uma grande aliada na gestão e na localização de objetos.

Por exemplo, em termos mais abrangentes, um serviço de rastreamento de frotas com tecnologia GPS se vale de sistemas complexos de satélites e outras conexões para fazer valer todos esses contextos de interações.

No entanto, para fazer o rastreio de um objeto dentro desses caminhões, a tecnologia RFID pode ajudar bastante, uma vez que é possível fazer uma gestão muito mais assertiva e com aspectos de curta distância.

Sendo assim, enquanto as tecnologias de GPS lidam com o planeta terra como um todo, a localização por radiofrequência pode lidar com espaços muito mais curtos, o que facilita no momento de realizar algumas ações.

Assim, se uma loja especializada em persiana vertical PVC sob medida precisar acessar o seu estoque para entender quais são as opções para seus clientes, esse tipo de tecnologia pode ajudar a otimizar ainda mais esse tipo de ação.

Todos os elementos de gestão de estoque podem ajudar o setor logístico a ter mais avanços em suas áreas e, por isso mesmo, é imprescindível lidar com todos esses recursos.

Comércio e indústria: a importância da gestão

Tanto o comércio quanto a indústria vivem de uma necessidade muito grande de gestão de recursos. Esses elementos podem ser observados a partir da identificação de materiais, da entrega e, também, da gestão de novas possibilidades.

Por exemplo, uma fábrica de martelo pneumático ar comprimido precisa saber muito bem quais são os materiais disponíveis para esse tipo de produção, uma vez que não há como fugir da presença de certos elementos.

Se falta aço para fundir ou qualquer outro material, a produção precisa parar. Por isso, a gestão de estoque precisa ser feita sempre que possível e de forma bastante precisa.

No entanto, a depender do tamanho da indústria, esses estoques podem ser imensos e, portanto, é necessário assumir uma postura tecnológica que consiga dar conta de catalogar e identificar todos esses itens.

Do ponto de vista do comércio, esses elementos funcionam da mesma forma. Vender um item que não tem ou deixar perecer algum tipo de produto pode levar a empresa a ter muito menos credibilidade em sua atuação.

Por isso, uma loja especializada em venda de forno para artesanato em vidro precisa conhecer muito bem todo seu estoque para conseguir vender da melhor forma possível para seus clientes.

O que é tecnologia RFID?

A ideia de lidar com radiofrequência é um fator bastante antigo na história do mundo. Desde o século passado, esses aspectos ganharam força e, por consequência, elementos como o próprio rádio passaram a fazer parte da vida das pessoas.

Logicamente, é importante entender que a ideia de FM e AM, ou seja, frequência e amplitude moduladas, estão orientadas para uma lógica de fidelidade sonora, mas a radiofrequência pode lidar com uma série de outros processos.

Esse é o caso da tecnologia RFID, uma vez que ela não lida com aspectos de transmissão de mensagens verbais, mas, em certa medida, trabalha com a identificação de ambientes inteiros a partir de estímulos de ondas de radiofrequência.

Sendo assim, o profissional precisa de um dispositivo com uma antena que emite uma onda e, com isso, gera algum tipo de instabilidade em determinados materiais, o que ajuda esse mesmo item a identificar algum padrão.

Se a antena vibrar uma frequência específica de uma placa de inox personalizada , um sinal de interferência pode ser percebido. Logicamente, esse é um exemplo abrangente e a tecnologia RFID trabalha com etiquetas de frequências objetivas.

Esse tipo de tecnologia parte do mesmo princípio utilizado por cantores líricos para quebrar uma taça. Ou seja, a partir de uma vibração de mesma frequência, as ondas geram um atrito que pode ser reconhecido pelo dispositivo ou absorvido por uma taça.

Seja como for, a aplicação desse tipo de dinâmica em estoques grandes pode ajudar bastante na identificação de produtos e, com isso, melhorar a gestão desses espaços.

Tecnologia RFID na indústria e comércio

Além dos exemplos já citados, a tecnologia RFID pode ajudar na organização de sistemas bastante complexos. Por exemplo, se houver uma necessidade de catalogar novos produtos, a partir desse tipo de dinâmica, a identificação pode ser mais abrangente.

Com o passar dos anos, a tecnologia RFID foi se munindo de novos sistemas. Suas funcionalidades continuam as mesmas, mas é possível vincular suas análises a sistemas robustos de estoque, o que facilita na hora de atualizar um site, por exemplo.

Assim, para que haja um bom funcionamento desses aspectos, um estoque de materiais escolares personalizados pode ser munido de tags de frequências distintas em cada caixa.

A ativação do dispositivo consegue captar esse tipo de orientação de etiqueta e converter para informações importantes. Identificar quantas caixas de caneta, de caderno e outros materiais pode ajudar a criar um inventário mais robusto.

Baseando-se em tudo isso, é possível pensar em alguns benefícios importantes trazidos pela tecnologia RFID quando se fala em comércio ou indústria. Suas principais vantagens são:

  • Maior precisão de gestão;
  • Identificação mais rápida;
  • Otimização de gestão de estoque;
  • Controle preciso do inventário da empresa.

Todos esses padrões precisam ser muito bem estruturados e, com isso, a força adquirida em todos esses processos precisa de uma orientação bastante robusta.

Tipos de aplicação da tecnologia RFID

O tipo de aplicação da tecnologia RFID depende muito mais do tipo de tag utilizada do que do dispositivo e do sistema aplicado. Sendo assim, a frequência de uma etiqueta em uma caixa de broca para poço artesiano pode determinar alguns pontos.

A intensidade de frequência de cada material utilizado pode definir o quanto elas vão interferir no dispositivo e, também, na capacidade de identificação, sobretudo em estoques maiores.

Desta forma, há alguns modelos importantes que precisam ser considerados quando se fala em tags de tecnologia RFID. Alguns dos pontos mais utilizados pelo mercado são:

  • Baixa frequência;
  • Alta frequência;
  • Ultra frequência;
  • Micro-ondas.

Cada uma delas possuem algumas características que interagem com o tamanho do ambiente e com a interferência de outros materiais. Por isso, ater-se ao caráter técnico de todos esses processos pode ser bastante importante.

Desafios da tecnologia RFID

Antes de uma empresa especializada em produção de materiais para regulagem de motor começar a atuar em seu mercado, torna-se importante ela pensar em meios para aplicar a tecnologia RFID antes de qualquer coisa.

Isso porque há um grande desafio em aplicá-la em contextos de estoque já consolidados. Nesse sentido, é preciso retirar todos os materiais e etiquetá-los novamente.

Além desses fatores, é um pouco mais caro lidar com essas etiquetas, mas, ao mesmo tempo, é mais prático. Portanto, é preciso pensar na balança qual a necessidade de aplicá-la em um estoque.

Considerações finais

O desenvolvimento do mundo empresarial, sobretudo em termos de gestão, tem a ver com a capacidade das tecnologias de trazer soluções criativas e de forte apelo para estratégias.

Desta forma, quanto mais o tempo passa, mais elementos e ferramentas passam a fazer parte desses contextos empresariais em termos mais alinhados.

Diante de todos esses pontos, é essencial pensar na tecnologia RFID como um ponto central para garantir uma orientação de estoque mais precisa.

Além desses padrões, é importante entender os desafios e as vantagens de se utilizar esse tipo de material para a construção de todas essas dinâmicas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento , onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui