7 Dicas para ter menos perdas com a depreciação de veículos

0
117

7 Dicas para ter menos perdas com a depreciação de veículos.

A compra de um veículo é um dos maiores investimentos financeiros que você pode fazer na vida. É importante saber quando iniciar manutenções preventivas e cuidar bem do seu carro para que ele não se deprecie além do normal. Em outras palavras, a perda de valor sempre acontece, mas é possível diminuir a sua velocidade. Neste artigo, listamos algumas dicas importantes para ajudá-lo a manter seu carro no melhor estado de conservação possível e evitar as perdas financeiras com a depreciação de seu veículo.

De maneira geral, quanto mais cuidado você tomar com seu veículo, mais tempo ele se manterá em estado de novo e você terá menos prejuízos com a depreciação. Em cidades grandes, por exemplo

Mantenha a mecânica em dia

É aconselhável levar seu veículo para uma manutenção preventiva a cada seis meses em uma oficina especializada na sua região. Durante a manutenção, os mecânicos realizam uma série de verificações, tais como a verificação das peças do motor, limpeza de filtros, troca de óleo, lubrificação de partes móveis, verificação de pressão dos pneus, etc. Se esses procedimentos não forem realizados, o motor começará a se desgastar mais rapidamente, aumentando as chances de quebras inesperadas e, consequentemente, a depreciação do veículo.

Baixa Quilometragem

Manter a quilometragem é outro fator que contribui para a redução das perdas com a depreciação do seu carro. O ideal é não ultrapassar os limites de quilometragem estabelecidos pelo fabricante. Se você dirige muito, pode reduzir o limite de quilometragem para que o veículo não desvalorize tanto.

Ano de Fabricação

O ano de fabricação do veículo também é importante. É essencial que você saiba que o valor do veículo tenderá a cair a partir do ano em que ele foi fabricado. Como regra geral, quanto mais antigo o veículo, maior é a depreciação. Portanto, para não perder muito dinheiro, é aconselhável trocar seu veículo de tempos em tempos para um modelo mais atual.

Limpeza e conservação do veículo

A manutenção interna também conta. A limpeza interna regular do veículo ajuda a manter a depreciação controlada. É aconselhável limpar as áreas internas a cada três ou quatro meses para evitar a presença de sujeira ou de mofo. Além disso, é aconselhável manter a exterior bem cuidada e esteticamente agradável.

Combustível de boa procedência

Outro fator importante é o combustível. É aconselhável usar o tipo de combustível recomendado pelo fabricante do veículo. Se você usar o combustível errado, o motor pode sofrer danos graves e isso aumentará a depreciação do veículo.

Pneus em bom estado

Seguir as diretrizes de pneus do fabricante do veículo é muito importante. Verifique a pressão dos pneus periodicamente e não deixe que a quantidade de ar caia. Se o pneu tiver um defeito, substituí-lo o mais rápido possível para evitar danos adicionais ao veículo.

Seguro contra terceiros

O seguro também é importante. Um seguro de veículo adequado ajuda a minimizar as perdas com a depreciação, pois cada vez que um problema acontece, a resolução é mais rápida. Se você não tiver um seguro adequado, poderá sofrer grandes perdas financeiras se algo acontecer com o seu veículo ou contra um terceiro.

Pensando nisso, muitas pessoas optam por utilizar um transporte alternativo, como o Rádio Táxi Vermelho e Branco, que evita dores de cabeça com estacionamentos em grandes cidades, por exemplo.

7 Dicas para ter menos perdas com a depreciação de veículos

De maneira geral, seu veículo é um dos seus maiores investimentos, por isso é importante tomar as devidas precauções para preservá-lo e minimizar as perdas financeiras com a depreciação. Siga as dicas listadas acima para evitar prejuízos maiores com o desgaste do seu veículo e avalie a real necessidade de utilizá-lo diariamente nas suas atividades cotidianas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui