6ª edição do Encontro Nacional de Bambas

0
300

6ª edição do Encontro Nacional de Bambas

Entre os dias 8 a 16 de julho, o Rio de Janeiro receberá a 6ª edição do Encontro Nacional de Bambas. Serão 9 dias de intensa programação gratuita que levará a capoeira para ocupações em Museus, teatros, entre outros espaços culturais, com rodas de capoeiras, oficinas, apresentações de dança, desfile de moda com projeto social, shows musicais, presença de grandes nomes da capoeira, e muito mais. O evento terá atrações em diversos locais da cidade e a programação completa pode ser conferida pelo site: https://acasadebambas.org/.

A iniciativa, é uma parceria da Secretaria Municipal de Cultura, com o capoeirista Mestre Jagunço, que há anos tem realizado ações sociais e sustentáveis, como incentivado capoeiristas, através da A Casa de Bambas, em Cordovil, pretendendo tirar jovens da marginalidade, com arte e capoeira.

A abertura, na sexta-feira, 08 de julho, será na Vila Olímpica de Sampaio, e contará com importante mostra de capoeira inclusiva, além da apresentação da Banda APAE, projeto que promove atividades musicais para pessoas com deficiência, desenvolvendo talentos e habilidades musicais, por meio de oficinas de música e apresentações.

A proposta do evento busca apresentar a capoeira como arte, envolvendo toda a cidade na cultura da capoeira. Na oportunidade, participarão capoeiristas com deficiência, que estão rompendo barreiras, através da capoeira, mostrando que podem conseguir, com força de vontade e prática.

6ª edição do Encontro Nacional de Bambas

Com uma intensa programação ao longo dos dias, que levará os capoeiristas para a Sala Baden Powell e Museu de Arte do Rio, muitos visitarão o local pela primeira vez, a inclusão é um dos destaques, que visa incluir também, os moradores de rua na programação, com a já tradicional Roda com Rango do Mestre Ferradura. A iniciativa propõe uma roda de capoeira com os moradores de Rua da Lapa, que são convidados a jantar com eles. Sempre um sucesso, os moradores de rua interagem com os capoeiristas, num bate papo descontraído, recebendo após jogarem capoeira, uma quentinha para jantarem.

Para Janaina Bemvindo, esposa de Jagunço e produtora do evento, a programação tem grande importância para oferecer cultura e entretenimento a todos, assim como propagar ainda mais sobre a capoeira e sua história. A proposta do evento é mostrar a capoeira como arte, envolvendo o Rio de Janeiro inteiro no evento.

“A cada ano o nosso evento cresce mais, sempre buscando alcançar capoeiristas de diversas regiões. E, esse ano será muito especial, pois teremos a oportunidade de ocupar espaços culturais emblemáticos como o MAR e a Sala Baden Powell. E, isso é importante para fortalecer essa cultura. Muitos capoeiristas pisarão em lugares como este pela primeira vez. E, vai ser lindo essa representatividade de uma cultura. Que todos os capoeiristas, assim como os interessados em conhecer ainda mais sobre a capoeira, possam estar conosco nesta intensa programação, que pretende ocupar diversas regiões, para alcançar novos públicos”, conta.

Confira a programação: https://acasadebambas.org/

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui